quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Segurança: PSP e GNR recebem aumento de 11% e actualização salarial

Miguel Macedo diz que 95,6% do orçamento do MAI são para despesas de funcionamento.
Ministro disse que reforço de verbas e actualizações salariais são “necessárias para operacionalização” da segurança.

As forças de segurança vão receber, em conjunto, um aumento de 10,8%, no próximo ano, e vão poder contar com um aumento de escalão na tabela salarial. A garantia foi dada, ontem, pelo ministro da Administração Interna (MAI), Miguel Macedo, que durante o debate parlamentar do OE/13 na especialidade disse ter disponíveis 57 milhões de euros para as actualizações salariais, de forma a cumprir a lei em vigor desde 2010, sendo esta uma das matérias que mais contestação tem levantado no sector.

Miguel Macedo disse que as medidas previstas na proposta do Governo têm como objectivo a "estabilização" das forças de segurança e salientou que "todas as actualizações de verbas são necessárias e importantes para a operacionalização" da PSP e GNR.

Segundo o governante a PSP vai receber no próximo ano 796,9 milhões de euros, mais 13,2% do que em 2012 e a GNR 937,9 milhões de euros, mais 9,9%. No entanto, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), vai sofrer um corte de 900 mil euros, passando dos 85 milhões de euros para os 84,1 milhões de euros previstos para 2013. Redução que Miguel Macedo justificou dizendo que este corte "não se traduz" em menos verbas para aquele serviço de segurança, uma vez que "houve estruturas que ficaram integradas na Direcção Geral de Infra-estruturas e Equipamentos".

Fonte: Económico

Nenhum comentário:

Postar um comentário