quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Milhares protestam contra austeridade em Espanha e França

Brasil: Autoridades pedem tradução de passaporte a português


A autoridade de viação do Rio de Janeiro, Detran, pediu a um cidadão português para apresentar a tradução do passaporte para matricular o veículo, foi esta quarta-feira anunciado. 

"Disseram-me que era o trâmite normal quando se trata de um cidadão estrangeiro. Eu insisti que era a mesma língua, e inclusive trata-se de um passaporte europeu, que possui tradução em três idiomas", contou à Lusa Frederico Roque de Pinho.

O documento era exigido como identificação deste jornalista português, que pretendia apenas matricular o carro adquirido recentemente no Brasil.

Face à impossibilidade de fazer uma tradução para a mesma língua, Frederico Roque de Pinho entregou apenas fotocópia autenticada do passaporte.

"De facto, ainda não sei se o aceitaram, porque foi feito apenas o pedido, ainda preciso saber se ficou tudo pronto", acrescentou o português, que está no Brasil para fazer um curso de MBA em Finanças, na Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro.

Fonte: Correio da Manhã



BCE emprestou 530 mil milhões de euros aos bancos


Carro movido a ar, faz 300 Km a custo zero

João Revolta: Carro movido a AR (petróleo pra quê?)

Storror: Lisboa é nossa agora

E se os homens e mulheres, trocassem de lugar?



Hóstias alucinogénias levam idosas a agredir padre

Hóstias alucinogénias levam idosas a agredir padre
Visões de santos, abraços ao crucifixo da igreja e duas idosas a perseguir o padre, que foi agredido sob os gritos: "Você é o demónio!" Parece cena de um filme mas terá acontecido na região centro de Itália, depois dos fiéis ingerirem hóstias alucinogénias. 

No passado domingo, dia 19, na igreja do Santo Espírito de Campobasso, na região centro de Itália, as hóstias (pão feito com água e farinha de trigo sem adição de fermento ou sal) dadas aos fiéis terão sido produzidas por engano com uma farinha alucinogéna.

Os efeitos foram imediatos e o caos instalou-se, com testemunhos de visões de santos, abraços ao crucifixo e duas idosas a correr atrás do padre, agredindo-o e dizendo: "Você é o demónio!". Don Achille foi obrigado a refugiar-se na sacristia até que a polícia chegasse, revelou a imprensa local.

Segundo as autoridades, tratou-se de uma intoxicação alimentar (ergotismo) causada por farinhas de cereais contaminadas por fungos que atingem o grão, entre os quais se encontram agentes psicotrópicos como LSD.

No entanto, na sexta-feira, a diocese de Campobasso desmentiu categoricamente o acontecimento, alegando tratar-se de um ataque contra a Igreja católica. "É preciso respeitar o sagrado enquanto tal e isto vale também para quem não acredita", referiu em comunicado.

Fonte: Jornal de Notícias

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Grécia pode abrir falência já amanhã

A situação da Grécia tomou um rumo dramático nas últimas horas. Um grupo de detentores de títulos do governo grego exigiu hoje à Associação Internacional de Swaps e Derivados [AISD,International Swaps and Derivatives Association (ISDA)] que apresente as conclusões da perícia sobre o status desses títulos.

A decisão da AISD deve ser comunicada não mais tarde que às 17:00 GMT, na quarta-feira. É possível que amanhã seja declarada a falência da Grécia. Neste caso, a situação nos mercados mundiais pode sair fora de controle, sendo que ninguém sabe exatamente quem possui os títulos da Grécia e quantos são.

Fonte: portuguese.ruvr.ru

Governo admite que desemprego vai "aumentar em 2012 e início de 2013"

Governo admite que desemprego vai "aumentar em 2012 e início de 2013"
O Ministro das Finanças, Vítor Gaspar, reconheceu, nesta terça-feira, que o desemprego vai continuar a subir em 2012 e no início de 2013. O governante anunciou que a avaliação da troika "foi positiva" e que vai ser apresentado um orçamento retificativo até final de março. 

As declarações de Vítor Gaspar foram proferidas na conferência de imprensa do ministro para dar conta da terceira avaliação da "troika" ao programa português. Segundo o Governante, os credores - BCE, FMI e União Europeia - fizeram "uma avaliação positiva" ao cumprimento do programa e aprovaram o desbloqueamento nova tranche de 14,6 mil milhões de euros para Portugal, dos 78 mil milhões que foram concedidos.

Na ocasião, Vítor Gaspar anunciou a intenção do Governo em "apresentar um orçamento retificativo até final de março" e admitiu um cenário de agravamento da falta de emprego. "O desemprego vai continuar a aumentar em 2012 até ao início de 2013", disse o ministro das Finanças.

O ministro das Finanças anunciou que o Governo reviu em baixa a sua previsão de crescimento para 2012 prevendo agora uma contração de 3,3%, tal como as mais recentes previsões da Comissão Europeia.

Na proposta de Orçamento do Estado para 2012, o Governo previa uma contração da economia de 2,8%. Apesar destas previsões, o Governo "mantém o objectivo de um défice de 4,5% do PIB em 2012", assegurou Vítor Gaspar.

Vítor Gaspar anunciou, ainda, que a venda do BPN estará concluída até ao final do mês de Março.

Fonte: Jornal de Notícias

Pobreza nos EUA: Fazendo PORNÔ amador em casa para pagar as contas

Argentina impede atracação de dois navios britânicos de passarem pelas Malvinas

Via Láctea: O mais belo vídeo que você assistirá hoje

Venezuela não irá suprir petróleo que Irão deixe de vender

O Governo venezuelano advertiu segunda-feira que não irá suprir o petróleo que o Irão eventualmente deixe de vender aos seus compradores tradicionais devido às sanções adoptadas contra o país devido ao seu programa nuclear.

«A Venezuela não tem intenção de suprir nenhum tipo de falta de abastecimento do Irão», indicou o ministro venezuelano do Petróleo e Mineração, Rafael Ramírez, cujo país é membro da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP), tal como o Irão.

O mesmo responsável acrescentou que a Venezuela «não está de acordo com nenhuma actividade de bloqueio e de sanções contra nenhum país e muito menos contra um país irmão membro da OPEP».

Após a assinatura de uma série de acordos em Caracas com a China, Rafael Ramírez alertou que uma eventual agressão militar contra o Irão teria «consequências imprevisíveis» tanto no preço do petróleo como no abastecimento energético no mercado mundial.

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou segunda-feira que vai começar a aplicar sanções a empresas internacionais que comprem petróleo iraniano a partir de 28 de Junho, como parte da sua estratégia de pressão sobre Teerão por suspeitas de que o país procura desenvolver armas nucleares.

O Tesouro dos Estados Unidos acrescentou, em comunicado, que a aplicação de sanções dependerá de Washington considerar que há uma oferta suficiente de petróleo por parte de outros países «para permitir uma redução significativa do volume de petróleo adquirido ao Irão».

A 23 de Janeiro, a União Europeia decidiu reforçar as sanções económicas contra o Irão e proibir a compra do seu crude a partir de 1 de Julho.

Já em Fevereiro o Ministério iraniano do Petróleo anunciou a suspensão da venda de crude a companhias da França e Reino Unido, considerando que foram esses países os promotores das últimas sanções financeiras e petrolíferas da União Europeia contra o Irão para que o país suspenda o seu programa nuclear.

A 15 de Fevereiro, o Ministério iraniano dos Negócios Estrangeiros convocou os embaixadores de Espanha, Itália, França, Grécia, Holanda e Portugal para comunicar as novas regras da venda de petróleo, numa reunião que a imprensa local interpretou como uma advertência de um eventual corte de fornecimento.

Fonte: Lusa/SOL

O erotismo de comer um hambúrguer

Rússia: Desabamento de prédio provoca seis mortos

S&P corta rating da Grécia para “incumprimento selectivo”

<p>Grécia acordou com a UE um segundo resgate financeiro de 130 mil milhões de euros</p>
A agência de notação Standard & Poor’s (S&P) retirou à Grécia a classificação de CC, baixando a nota da dívida do país para o nível SD, que é considerado um “incumprimento selectivo”. 

Esta revisão em baixa, que a S&P anunciou na noite desta segunda-feira, tem directamente a ver com as implicações do acordo negociado entre o Governo grego e os credores privados para um perdão parcial da dívida helénica.

A agência considera haver uma reestruturação da dívida, por haver uma alteração dos termos originais em que foram concedidos os empréstimos ao Estado grego. E as implicações, sustenta a agência, não se cingem aos credores que aceitaram abater parte da dívida soberana grega, no valor de 107 mil milhões de euros.

Em causa estão as chamadas Cláusulas de Acção Colectiva, cujos termos a S&P considera sofrerem uma alteração, com efeitos retroactivos, na sequência do acordo validado na semana passada pela zona euro e que pressupõe que uma parte dos credores aceitam abandonar parte dos actuais títulos de dívida grega.

O processo é lido pela agência como uma reestruturação, já que os credores aceitam abandonar 53,5% do valor nominal dos títulos de dívida em troca de novos títulos com juros de 2% até 2014, 3% entre 2015 e 2020 e 4,3%, até ao prazo de 30 anos.

O corte, para o qual a agência já alertara, é justificado numa nota emitida a partir do departamento da S&P de Londres: “De acordo com os nossos critérios, a definição de reestruturação inclui leilões de troca por nova dívida com condições menos favoráveis [para os credores] do que os termos da emissão original”.

Com isto, a agência quer dizer que o envolvimento do sector privado na redução da dívida grega implica não só uma redução do montante da dívida, o objectivo é que o Estado consiga chegar a 2020 com o nível da dívida nos 120,5% do PIB (contra os actuais 160%), mas também uma extensão das maturidades dos pagamentos dos empréstimos, um cupão mais baixo ou a alteração de outras características que afectam o serviço da dívida.

O perdão parcial da dívida grega, negociado com o Instituto de Finança Internacional, representante dos interesses do sector privado, é apenas uma parte do plano que a zona euro desenhou para a Grécia.

O abate é acompanhado, por um lado, pelo envolvimento do sector público, com a redução das taxas de juro dos empréstimos a Atenas e ainda por um segundo empréstimo de 130 mil milhões de euros que a zona euro só deverá libertar em tranches se a Grécia cumprir as novas medidas de austeridade e as reformas económicas acordadas com Bruxelas.

Acrescenta as justificações da S&P e os termos gerais do perdão parcial da dívida grega.

Fonte: Jornal Público

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Chulo Valentão enfrenta velhinho e se da mal

João Revolta: Som alto no carro é F#DA

A Realidade Sobre o Inferno

Crise: O principio das dores

Irão suspendeu o fornecimento de petróleo para a Grécia

Deus e o Livre Arbítrio

Futebol: Ricos meninos, tudo na Borga! Conheces Algum?


sábado, 25 de fevereiro de 2012

Isabel Moreira: "Sr. presidente, desculpe, estou um bocado drogada. Drogas lícitas"

Isabel Moreira, deputada socialista, sentiu-se mal na AR
Isabel Moreira, deputada do PS, sentiu-se mal no Parlamento, quando apresentava uma declaração de voto sobre a adoção por casais homossexuais e gracejou: "Senhor presidente, desculpe, estou um bocado drogada. Drogas lícitas."

A deputada socialista Isabel Moreira disse hoje à agência Lusa que teve uma quebra de tensão em plenário, no Parlamento, no momento em que anunciou a apresentação de uma declaração de voto sobre adoção por casais homossexuais. 

Isabel Moreira, deputada independente que integra a bancada do PS e que está a preparar um projeto para permitir a co-adoção por casais homossexuais, causou surpresa no hemiciclo da Assembleia da República ao mostrar dificuldade em levantar-se da cadeira para comunicar a sua declaração de voto. 

A deputada independente do PS e constitucionalista referiu à agência Lusa que quinta-feira foi sujeita "a uma intervenção cirúrgica dolorosa".

"Tive uma quebra de tensão violenta" 

"Porém, como o tema da adoção por casais homossexuais faz parte das minhas militâncias, mesmo assim decidi estar hoje presente na Assembleia da República. Quando estava a pedir a palavra para anunciar a minha declaração de voto tive uma quebra de tensão violenta", explicou a deputada. 

Nessa altura, segundo Isabel Moreira, disse ter tido "medo de cair". 

"Por isso, usei então uma expressão humorística", justificou ainda a constitucionalista. 

Ao dirigir-se ao presidente em exercício da sessão plenária, o deputado comunista António Filipe, Isabel Moreira causou alguma surpresa nas diferentes bancadas ao dizer: "Senhor presidente, desculpe, estou um bocado drogada. Drogas lícitas".

"Sentei-me na cadeira e tive um desmaio"

Isabel Moreira abandonou depois o hemiciclo apoiada pela deputada socialista Ana Catarina Mendes. 

"Depois de anunciar a minha declaração de voto sentei-me na cadeira e tive um desmaio", referiu ainda à agência Lusa, numa alusão à forma como abandonou a sessão plenário. 

Fonte: Jornal Expresso



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Como se apanha ladrões de carros, com carro isca

Mundo Insólito: Canibal pediu "vampira" em casamento

Canibal pediu "vampira" em casamento
Um "canibal" e uma "vampira" apaixonaram-se num hospital psiquiátrico, na Suécia. Parece anedota, mas é verdade. Ele está internado porque comeu a ex-namorada, ela porque bebeu o sangue do ex-namorado. 

O "canibal" Isakin Jonsson, 33 anos, pediu a "vampira" Michelle Gustafsson, de 23, em casamento. Conheceram-se numa unidade psiquiátrica de alta segurança, na Suécia, e dizem que estão apaixonados.

Os antecedentes amorosos de um e outro são a prova de que o amor é louco: ele matou e comeu partes do corpo da anterior namorada; ela sangrou o ex-namorado até ao último suspiro.

Isakin Jonsson degolou a ex-namorada, Helle Christensen, mãe de cinco crianças, em Novembro de 2010. Cortou-lhe a cabeça e comeu pedaços do corpo. Michelle Gustafsson esfaqueou Daniel Stenman e depois bebeu o sangue do ex-namorado.

No início do mês, Jonsson terá ligado ao tablóide "The Sun" a pedir dinheiro para contar a história de um amor improvável. "Amo a Michelle, nunca conheci ninguém como ela. Quero ter uma vida afastada do crime", disse, na curta conversa registada pelo jornal britânico.

O "The Sun" clama ter dito que não dava dinheiro a alguém culpado de "tamanho horror" e Isakin Jonsson disse que a chamada terminava ali.

Jonsson usou uma das prerrogativas do liberal sistema judicial sueco, que lhe permitiu comutar a pena de prisão perpétua por um internamento indefinido num hospital psiquiátrico.

Entre os privilégios, os detidos têm acesso a telefone e serviço Net. Contam vários média internacionais, o casal conheceu-se através do sistema de mensagens de Internet do hospital psiquiátrico de alta segurança de Karsuddens, em Katrineholm, na Suécia.

O pedido foi conhecido a 1 de Fevereiro, bem a tempo de ser notícia no Dia de S. Valentim, mas até agora ainda não há qual informação da decisão das autoridades suecas.

Fonte: Jornal de Notícias

Espaço: Exótico planeta aquático é descoberto

Uma nova classe de planetas surgiu: um tipo incomum, que não é rochoso, gasoso ou congelado.

O planeta é o GJ 1214b, descoberto em 2009, e agora revelado como super úmido e com atmosfera rica em água. Mas não é um mundo aquático no sentido de oceanos por todo lado: cientistas suspeitam que o interior dele seja preenchido com alguma versão exótica, pressurizada, de H2O líquida, de um modo nunca visto na Terra.

O planeta é apenas 6,5 vezes mais massivo do que a Terra, e cerca de 2,7 vezes maior em diâmetro. Ele circula uma estrela pequena, a cerca de 42 anos-luz de distância de nós.

“É algo muito excitante que não temos em nosso sistema solar”, afirma Lisa Kaltenegger, de Harvard. “E é um quebra-cabeça divertido tentar entender do que a atmosfera daquele planeta é formada”.

Os astrônomos conseguiram os últimos detalhes usando a câmera do Hubble, da NASA. Não é a primeira vez que o GJ 1214b é sondado, mas o novo estudo confirma e melhora algumas observações anteriores.

Conforme o planeta passava pela frente de sua estrela, a equipe conseguiu estudar sua atmosfera através de vários comprimentos de infravermelho, e a partir daí estimar a composição do planeta, um mistério, devido a sua baixa densidade. A atmosfera é composta pelo menos 50% de água e está provavelmente perto da superfície.

No interior, seria algo como grandes moléculas de água ao invés de rochas. Mas não é água nos estados familiares de congelada ou líquida.

“Nós não estamos falando nem de um núcleo congelado com gelo comum ou um oceano de água líquida”, afirma um dos cientistas. “Estamos descobrindo estranhos estados da matéria ao descrever isso”, diz. 

Fonte: ScienceNews

We No Speak Americano (Papa Americano)

Reactable: The Maneken "I'm Table Live"

Outlook: “A Troika e os 40 ladrões”


Livro revela os (supostos) poderes que estão por detrás da crise económica.

Será que já sabemos mesmo tudo sobre esta crise económico-financeira que está a varrer o entusiasmo de tantos crentes do sistema? Muito se fala, muito se especula e a verdade é que são cada vez mais os que querem respostas para as suas vidas, que estão (genericamente falando) sofrendo ‘downgrades' sucessivos.

A crise está aí, o desemprego aumenta de forma galopante, sobretudo no mundo ocidental, e todos parecem querer saber "quem Governa o Mundo?", "qual o poder real dos políticos?" ou mesmo "até que ponto a nossa vida é condicionada por organizações internacionais e corporações privadas?".

No meio de tanta incerteza aparecem vozes que dão respostas. Que apontam culpados. Vozes que são automaticamente rotuladas de "conspiradoras". Santiago Camacho, jornalista espanhol, é um desses elementos que faz parte do universo dos que juntam A mais B. O resultado, gostando ou não, é um estudo sobre a evolução de um mundo comandado nas últimas décadas por um modelo neoliberal, onde organizações internacionais, tais como Banco Mundial, FMI, Organização Mundial do Comércio, e as agências de ‘rating' são figuras do sistema com comportamentos questionáveis.

Com um bom ‘timing' de lançamento, esta obra que apresenta alguns factos que não são novidade, tem a pertinência de fazer um enquadramento histórico desde Bretton Woods até aos nossos dias. Um registo que merece a pena ser entendido. Com mais ou menos especulação (que alguns leitores certamente identificarão), esta obra estrangeira, que crítica os "outros" (os das supostas grandes esferas), tem como um dos factores determinísticos o facto de não falar apenas dos outros. Na edição portuguesa, destaque para o décimo primeiro capítulo.

"Portugal, a auto-estrada para o inferno"

"Portugal, a autoestrada para o inferno" é o polémico título do décimo primeiro capítulo do livro "A Troika e os 40 ladrões". Recuando às eleições legislativas de 2009, quando o PS de José Sócrates vence contra Manuela Ferreira Leite, do PSD, Camacho descreve, com uma visão jornalística e simultaneamente de ‘outsider', todos os passos políticos que foram efectuados até que "chega a Troika", lê -se no subcapítulo. E aí? Além da "mudança de Governo" (novo subtítulo), "Portugal perde", "as classificadoras (lançam-se) ao ataque", existe o "festim dos especuladores", "a surpresa na Madeira", a "austeridade" e, por fim, "a greve".

Neste último subcapítulo destaque também para as centrais sindicais. Resgatando algumas linhas, expressas em capítulos anteriores, escreve o autor que "historicamente, o movimento sindical foi o veículo mais eficaz para impugnar a desigualdade económica".

E diz mais: "O momento histórico, a oportunidade que brinda, é tão valioso como aquilo que se faça para tirar proveito dele. A História esta cheia de grande ocasiões desperdiçadas. E a menos que os movimentos de contestação do sistema se dotem a si próprios do pensamento estratégico necessário para orientar e por em marcha o processo de mudança da sociedade de forma séria, esta onda de activismo será provavelmente mais um capítulo dos episódios bem - intencionados e irrelevantes, como o movimento antiglobalização, que balizam a história da esquerda moderna, enquanto o neoliberalismo, monolítico e eficaz como a maquinaria bem concebida e oleada que é, continua o seu saque ilesa".

Denunciando e sempre sendo polémico, Santiago Camacho, autor que se dedica a temas que vão das sociedades secretas aos serviços de inteligência e às teorias da conspiração, escreve uma vez mais sem tabus. A ‘troika', ou a intervenção da ‘troika', foi o objecto de estudo desta obra, que faz com que o autor esteja hoje em Lisboa a apresentar o livro. Na próxima semana poderá escutar Santiago Camacho no programa ‘Ideias em Estante', transmitido no ETV.

Fonte: Económico

Porque é que o mundo não intervém na Síria?

Os bombardeamentos tornam-se mais violentos, os jornalistas ocidentais pedem para ser retirados das zonas de combate e a comunidade internacional fica a olhar enquanto o número de mortos aumenta. Os sírios não percebem e interrogam-se «de que está o mundo à espera para nos ajudar?»

Os EUA, a União Europeia, a Liga Árabe e a Turquia reforçaram as sanções contra o regime e Bashar al-Assad reforçou a violência contra os sírios. As sanções parecem não resultar no terreno, mas intensificam o debate: será que a comunidade internacional devia esforçar-se mais para colocar um fim ao derramamento de sangue?

Por várias razões, os Estados estão hesitantes em avançar com uma intervenção na Síria. Aqui ficam as razões, destacadas pela CNN, que levam as nações mundiais a manterem-se à margem deste conflito.

Não há consenso

No ano passado, o Conselho de Segurança impôs restrições ao espaço aéreo líbio e decidiu «por todos os meios necessários» proteger o povo líbio da violência do exército de Muammar Kadhafi.

No caso da Síria, não há consenso no Conselho de Segurança: China e Rússia, aliadas de Bashar al-Assad, vetaram a resolução que teria dado legitimidade a uma intervenção das Nações Unidas. De acordo com Fareed Zakaria, essa intervenção já «não pode acontecer através da ONU. Terá de ser uma operação unilateral da NATO, logo, sem legitimidade internacional».

Ninguém sabe ao certo quem são os rebeldes

Quem manda na oposição síria? Os rebeldes estão unificados? São de confiança? Podem constituir uma real ameaça às forças bem organizadas do regime?

Na Líbia, os rebeldes tinham uma base - um reduto forte em Benghazi - que resistia a Kadhafi. Ou seja, dominavam parte do território.

Na Síria isso não se acontece, os activistas não dominam nenhuma parte do território, «estão encurralados em pequenos enclaves que estão sob bombardeio constante», explica Nic Robertson, da CNN, que esteve no país há algumas semanas atrás.

Para além disso, a ideia de que é demasiado arriscado armar ou apoiar uma 'entidade sem identidade' reúne muitos apoiantes.

Dividir para reinar

A Síria é um país dividido. Os entre 20 a 30 por cento da população (de cristãos e shiitas) que apoia Assad teme os rebeldes, que são na sua maioria muçulmanos sunitas.

A mensagem que Assad passa aos seus apoiantes é a de que apenas ele pode providenciar segurança e que, se a maioria sunita chegar ao poder, os cristãos e shiitas irão perder as suas casas e os seus negócios.

Por outro lado, al-Assad beneficia do apoio, por enquanto praticamente incondicional, do seu exército, que é muito mais forte, melhor equipado e mais unido do que o da Líbia.

A geografia

A intervenção na Líbia foi facilitada porque a maior parte dos alvos se localizava junto do Mediterrâneo e, dessa forma, ao alcance a partir das bases da NATO em Itália.

A costa da Síria é muito menor que a da Líbia e é pouco provável que os países que a circundam, Iraque, Líbano, Jordânia, Israel e Turquia, se disponham a acomodar o aparato militar necessário para uma missão no país.

A topografia também é uma preocupação, por ser mais montanhosa que a Líbia, os combates na Síria seriam mais penosos e mortíferos.

Ainda se acredita que as sanções podem funcionar

Susan Rice, embaixadora norte-americana nas Nações Unidas, afirma que os EUA preferem «não alimentar um conflito que pode degenerar numa guerra civil em larga escala». Acreditam que o regime está no seu limite e que com o aumento «da pressão internacional, a economia ficará completamente asfixiada».

Fonte: SOL

Mulher é tão alérgica à àgua que não pode beijar seu namorado

Editora Globo
Para a maioria dos casais, o dia de São Valentim é para ser comemorado com muitos beijos. Mas, Rachel Prince e seu noivo Lee Warwick não podem nem sonhar em celebrar a data dessa maneira, pois Rachel é alérgica à água e, por isso, a mínima gota de saliva pode fazer com que a pele da moça fique toda vermelha. 

A urticária aquagênica, doença raríssima (só atinge 35 pessoas no mundo todo!), impede que Rachel dê um mergulho, desfrute de banhos demorados, beba um copo de água gelada ou faça quaisquer outras atividades ligadas à água. Até mesmo chorar, suar, sangrar ou o mínimo contato de de umidade pode deixar a pele vermelha e inchada. 

Rachel notou a alergia pela primeira vez quando tinha 12 anos e adorava nadar no mar. De lá para cá, a moça, de 24 anos de idade, não pode sequer cogitar a hipótese de mergulhar novamente. Em 2007, Rachel conheceu Lee Warwick através de um site de relacionamente e os dois estão juntos até hoje. 

O noivo diz ser difícil conviver com a doença de Rachel, mas que já está acostumado. Já para a moça, a doença não traz só desvantagem: atividades domésticas, como lavar a louça e cozinhar, precisam ser feitas por Lee Warwick, que não gosta muito da ideia: “A maioria das atividades domésticas precisam ser feitas por mim e eu fico um pouco de saco cheio disso. A Rachel sequer pode me dar um beijo no final.”

Fonte: Revista Galileu

Chineses apanhados a vender cadáver de mulher para casamento

Um grupo criminoso chinês foi apanhado pelas autoridades a tentar vender o cadáver de uma mulher recém-sepultada para fazer um 'casamento-fantasma'. Esta tradição, bastante comum nas zonas rurais e que está a regressar em força no país asiático, consiste em arranjar esposas para homens que tenham falecido solteiros, o que visa impedir que continuem sozinhos na vida eterna. 

O cadáver da mulher já tinha sido vendido pela própria família, residente na província de Herbei, por cerca de quatro mil euros, para juntar-se a outro cadáver.

No entanto, os saqueadores de sepulturas roubaram os restos mortais já com outro comprador em vista, tendo feito um desconto de 500 euros para compensar a decomposição.

Apesar da perseguição das autoridades de Pequim, nos últimos anos desenvolveu-se um mercado negro de cadáveres, levando a que um homem tenha sido preso há cinco anos por assassinar seis mulheres, alegando que dava menos trabalho fazê-lo do que desenterrar cadáveres.

Fonte: Correio da Manhã

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Israel vs Irão: Inspetores declaram fracassada visita a instalações nucleares no Irão

Flamingo Air com serviço inovador: Empresa permite sexo a bordo de avião

A Flamingo Air, empresa aérea de Cincinnati (EUA), oferece aos seus passageiros uma experiência que, por norma, é proibida nas restantes companhias: a possibilidade de fazer “sexo acima das nuvens”. 

Por 425 dólares (cerca de 321 euros), os casais podem desfrutar de uma viagem diferente a bordo de um dos jactos da empresa.

Com este serviço, o casal tem direito a uma cama, champanhe e chocolate. O único problema para alguns será mesmo a ausência de total privacidade, já que a única separação entre ‘suite’ e a cabine dos pilotos é uma cortina. Ainda assim, a tripulação viaja sempre com fones nos ouvidos, para dar maior liberdade de sons.

Desde 1991 que a companhia aposta em serviços ‘especiais’, tendo já realizado os sonhos a milhares de utilizadores.

De acordo com a empresa, 90 por cento das reservas são feitas por mulheres, sendo a semana de São Valentim a mais procurada.

A viagem normal dura cerca de uma hora, contando com vários itinerários à escolha.

Fonte: Correio da Manhã

Phil Hill: Diz que Extraterrestres, dão-lhe a presidência mundial sem ir a votos

Extraterrestres dão-lhe a presidência sem ir a votos
Phil Hill, um homem extravagante auto-denominado intergalático para presidente diz que conseguirá ganhar as eleições de novembro nos Estados Unidos sem um único voto. Apenas através de poderes extraterretres...

"Eu estou a caminho de me tornar o novo presidente .... Não se preocupe, [Barak] Obama, Mitt Romney e todos os outros que estiveram na corrida. A vossa candidatura não me vai afetar", disse Phil UFO, cujo verdadeiro nome é Phil Hill.

Auto-proclamado "homem de ciência", Hill deu entrevistas a Peter King, da CBS, aoThe Huffington Post e outros meios de comunicação, revelando que ele está na posse de pergaminhos secretos que são escritos por seres de outro planeta. Segundo o próprio, esses documentos, dão-lhe autoridade para assumir a liderança presidencial dos EUA sem ir a uma eleição democrática.

Após assumiu a presidência, Hill diz que irá constituir um "Senado para Relações Extaterrestres", com o objetivo de saudar a chegada de "irmãos do espaço." Hill diz ainda que vai encerrar todos os navios militares no mar, em prol de uma nova frota de discos voadores com espaçoportos nas principais cidades do globo.

Além disso, Phil quer acabar com a Estátua da Liberdade. No seu lugar irá erguer um símbolo muito superior, o "Monumento do Zaxon." Zaxon, de acordo com Hill, é o líder dos alienígenas bons. "Ele tem a pele muito bonita e parece fenomenal para uma estátua", assegura Hill.


Fonte: DN.PT

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Previsão: "Vai haver uma crise" nos BRICS, "só não sei é quando"

Ex-ministro das Finanças Luís Campos e Cunha antevê uma crise nos BRICS no médio prazo.

Apesar do grande crescimento económico registado nos últimos anos, "vai haver uma crise" nos países dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) a médio prazo, disse hoje o ex-ministro das Finanças Luís Campos e Cunha.

"Julgo que vai haver uma crise nos BRICS", só não sei é quando", disse Campos e Cunha, durante a conferência "O Papel da UE entre os EUA e os BRICS", organizada pela Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa.

"É preciso ter uma visão do mundo e das coisas com relativismo e distanciamento", afirmou o professor universitário.

"A Índia tem problemas com o Estado de direito, com a corrupção. O Brasil tem uma apreciação do real que não é sustentável e uma bolha imobiliária significativa, também tem corrupção", argumentou Campos e Cunha. "A China tem um problema demográfico, associado à política de um só filho, tem o problema político de ser uma ditadura, tem problemas nos bancos disfarçados pelo capitalismo de Estado."

Estes problemas, mais tarde ou mais cedo, vão ter consequências para os BRICS, afirma Campos e Cunha. "Quando é que vai acontecer a crise? Não sei, mas vai acontecer."

Fonte: Económico

Crise: "Paraíso fiscal da Madeira tem uma perda fiscal equivalente ao corte nos subsídios"

Três responsáveis da companhia Costa suspeitos do naufrágio do "Concórdia"

Insólito: Possível OVNI filmado a aterrar no Novo México

Possível OVNI filmado a aterrar no Novo México
Uma filmagem de um suposto OVNI (Objeto Voador Não Identificado), a aproximar-se e a aterrar numa zona industrial, no Novo México, está a fazer furor na Internet.

Segundo avança o jornal britânico "Daily Mail", o vídeo amador foi gravado a partir de um automóvel, que circulava numa auto-estrada próxima, e descarregado no YouTube por Stephen Hannard, do Alien Disclosure Group, uma entidade britânica que estuda fenómenos extraterrestres, que afirma "ser possível tratar-se de um OVNI a aterrar no Novo México, ou de um aparelho terrestre ainda desconhecido".

Como sempre acontece nestes casos, o vídeo já está a ser contestado, com muitos a afirmarem tratar-se de uma montagem. Nas imagens, o objecto voador, curiosamente, apresenta um logotipo parecido com a estrela norte-americana, o que também está a ser apontado como possibilidade de se tratar de um aparelho secreto do exército dos Estados Unidos da América.

Farsa: Wolf e Rogers chumbam acordo grego

Jim Rogers diz que o acordo é uma “farsa”, enquanto Martin Wolf antecipa que os 130 mil milhões de euros ainda não devem bastar.

"O acordo grego é uma farsa. Foi projectado para fazer com que todos se sintam melhor durante algum tempo", afirmou hoje Jim Rogers, considerado um dos investidores mais influentes a nível global, à Reuters. "Este acordo foi apenas concebido para nos aguentar até às eleições francesas, norte-americanas e alemãs", acrescentou.

Para Jim Rogers, o acordo alcançado na madrugada de terça-feira apenas está a adiar os problemas, sem os resolver. "Depois das eleições alemãs, quem sabe o que vai acontecer?", questionou, considerando que em 2013 ou em 2014, os mercados vão dizer "basta" ou então os gregos dirão que "não aguentam mais".

No mesmo sentido, Martin Wolf, um dos principais colunistas do Financial Times, alerta que "mesmo que tudo corra bem, teremos de amortizar muito mais dívida no futuro, provavelmente quase tudo o que os gregos estão a receber porque basicamente não é um pacote sustentável".

Para o especialista, mesmo que o novo resgate funcione, a Grécia não é um país competitivo, não vai crescer e os "ajustamentos orçamentais vão levar inevitavelmente a um agravamento da recessão". Hoje ficou-se a saber que o governo grego reviu em alta o défice orçamental de 2012, de 5,4% do PIB para 6,7%, devido à recessão.

Martin Wolf alerta que o principal problema é que toda a discussão sobre Atenas se centra na política orçamental, assumindo que se pode eliminar o défice, mas ignora o facto de que a Grécia depende de capital externo para financiar a sua balança corrente.

"Eles deverão precisar, quase inevitavelmente, de mais capital no futuro, não apenas para financiar a dívida mas toda a economia e não interessa quem empresta, seja o sector privado ou público", prevê Wolf.

Esta terça-feira, os ministros das Finanças da zona euro chegaram a acordo quanto ao segundo resgate a Atenas. Depois de uma maratona negocial de 14 horas, ficou decidido que os credores privados perdem 53,5% dos valores iniciais dos seus títulos de dívida grega, que os bancos centrais abdicam dos lucros na dívida helénica, e que os juros do primeiro resgate descem.

Mesmo assim, ainda não desapareceram os receios em relação ao eventual abandono da Grécia da zona euro. À Reuters, Jim Rogers, co-fundador do fundo Quantum, em conjunto com George Soros, admite que seria "terrível" para a Grécia abandonar o euro e voltar ao dracma. Questionado sobre se está comprador ou vendedor de euros, Rogers referiu: "Tenho euros, não os estou a comprar, mas também não os vou vender", adiantando também que não está a especular contra Portugal nem outros países periféricos. "Tenho euros mas estou apenas a observar", disse.

Rogers e Wolf não estão sozinhos no cepticismo em relação ao acordo grego. Outros especialistas também consideram que, com ele, se evita o pior no curto prazo, mas que ficam por resolver os problemas fundamentais da economia helénica.

José Luis Martínez, especialista do Citigroup afirma, ao Expansión, que "o acordo pode aliviar os receios no curto prazo em relação a um ‘default' desordenado na Grécia, mas não afasta o medo de um ‘default' ordenado".

Também para Natalia Aguirre Vergara, directora de Análise e Estratégia na Renta 4, nota que "ainda muito está por fazer", apesar de considerar que o acordo foi um "passo na direcção certa".

Fonte: Económico

Crise: Berlim rejeita baixar juros a Portugal e Irlanda

O governo alemão rejeitou hoje a hipótese de reduzir os juros dos resgates a Portugal e à Irlanda.

"Creio que não haverá essa discussão", disse hoje, em Berlim, o porta-voz do executivo germânico, Steffen Seibert, em resposta a uma questão sobre a eventual redução dos juros a Portugal e à Irlanda.

Os países do Eurogrupo decidiram baixar, na segunda-feira, os juros dos empréstimos bilaterais à Grécia, de 3,5% para cerca de 2%, depois de já ter havido uma redução anterior dos juros exigidos a Atenas no quadro do primeiro resgate de 110 mil milhões de euros, concedido em abril de 2010.

"Não tenho conhecimento de nenhumas reflexões desse género referentes a Portugal e à Irlanda", disse Seibert, lembrando que a aplicação dos programas de ajustamento financeiro negociados por Lisboa e Dublin com a chamada 'troika' "tem tido uma avaliação positiva, especialmente no que toca à Irlanda".

Seibert afirmou ainda que o executivo de Angela Merkel considera suficiente a verba de 500 mil milhões de euros para o futuro Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), que será permanente e substituirá, a partir de julho, o atual Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), que serviu, nomeadamente, para conceder um resgate de 78 mil milhões de euros a Portugal.

"Não consideramos necessário aumentar as verbas do futuro mecanismo, mas achamos que em breve terá de se decidir de que forma e em que prestações se deverão pagar os capitais do mesmo", disse Seibert. A urgência desta decisão prende-se, ainda de acordo com o porta-voz 
do governo alemão, com a necessidade de o MEE entrar em vigor no verão, e Berlim está disposta a "dar um forte sinal neste sentido", garantiu Seibert.

Fonte: Económico

Agência Fitch coloca Grécia em estado de falência iminente

A agência de notação financeira cortou o ‘rating’ da Grécia em dois níveis para 'C', o último patamar antes de entrar em incumprimento.

A Fitch foi a primeira agência de ‘rating' a reagir ao acordo assinado ontem de madrugada em Bruxelas, que prevê um segundo pacote de assistência financeira a Atenas, de 130 mil milhões de euros, um perdão de 53,5% do valor nominal da dívida e uma redução dos juros cobrados no primeiro resgate.

Em reacção a tudo isso a Fitch baixou hoje em dois níveis a classificação da dívida helénica, que é agora catalogada como ‘C', o penúltimo ‘rating' na escala da agência, que significa incumprimento iminente. Pior só a notação ‘D', que reflecte incumprimento. 

"A Fitch considera que a proposta de reduzir o peso da dívida pública grega através de uma troca de dívida com os credores privados irá, se for concluída, constituir um evento de crédito e o ‘rating' do país será reduzido para 'default restritivo''", afirma a agência de notação financeira em comunicado.

Após a decisão da Fitch, as 'yields' das obrigações gregas acentuaram as subidas no mercado fora de balcão' (OTC), onde é negociada a maior parte da dívida. A taxa a dois anos, por exemplo, avançava quase 400 pontos para 110,467%. O pessimismo estendia-se à bolsa de Atenas, com o principal índice grego a afundar quase 5%.

Fonte: Económico

Tornados no Sol, do tamanho da Terra

Brasil: Vandalismo, pancadaria e incêndio marcam fim do Carnaval em São Paulo

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Jurassic Park das plantas

Homem com talentos esquisitos

The Codice: A coisa do Sá Pinto

Whitney Houston foi Sacrificada para o Grammy 2012

Azar Sortudo...

Dança PAUDURO

Ai se eu te pego, dou-te cabo dessa rata

Como tratar e cuidar dos seus dentes

saude-oral-cuidar-tratar-prevenir-dor-dentes-doencas-orais

Os dentes são um dos principais elementos que chamam a atenção em alguém, pelo seu bom ou mau estado. Numa situação profissional é muito importante ter uma boa aparência e os dentes influenciam imenso este parâmetro. Eu vou ajudá-lo(a) a manter uma boa higiene oral, indicar algumas formas de branquear os dentes em casa e ainda falar sobre algumas doenças dentárias.

Definição de dente:

O dente é elemento duro e esbranquiçado constituído por: 

Esmalte: Camada externa e dura do dente. Caso não haja uma boa higiene oral, esta camada poderá ser danificada; 
Dentina: Camada situada depois do esmalte; 
Polpa: Camada mole que se situada logo após a dentina e que é altamente vascularizada por vasos sanguíneos; 
Cemento: Camada que recobre a raiz; 
Osso alveolar: Osso que sustenta o dente. É uma estrutura mineralizada e serva para proteger e reservar os vasos sanguíneos e linfáticos; 
Vasos sanguíneos; 
Nervo. 

Branqueamento dos dentes:

A cor dos dentes é um factor de que todos se preocupam. Vamos dar algumas dicas de como dar e manter uma boa cor nos seus dentes.

Uma opção é o dentista. É a mais eficaz mas por outro lado a mais cara.

Pode optar por fazer um branqueamento caseiro. A eficácia é menor do que o branqueamento feito por um profissional, mas permite tornar os dentes mais claros e é mais económico. A lista a seguir apresentada contém alguns dos muitos branqueamentos caseiros.

1 - Masque ou esfregue directamente nos dentes algumas folhas de Goiabeira ou de Salvia;

2 - Escove os dentes, diariamente, com folhas de Juá (árvore típica do nordeste d Brasil);

3 - Escovar os dentes com sal;

4 - Retire a parte mais espessa de um pacote ou frasco de leite de magnésio e esfregue nos dentes como dedo ou com um algodão, antes de se deitar e depois de lavar os dentes. Após a aplicação não lave os dentes até de manhã, esta dica é mais direccionada às pessoas que fumam e ficam com os dentes manchados devido à nicotina;

5 - O limão também é uma boa ajuda. Faça um sumo de limão e esfregue com a escova o sumo nos dentes, durante ± 2 minutos. Após a escovagem lave bem os dentes com água morna. Este processo retira todos os resíduos de alimentos tabaco, etc;

6 - Mastigue algumas folhas de salsa antes da lavagem dos dentes;

7 - Esmague alguns morangos e, se preferir, misture com a sua pasta dos dentes e escove-os com essa mistura;

8 - Produza a sua própria paste dos dentes. Misture meia colher de peróxido de hidrogeno com uma colher de bicarbonato de sódio. (Atenção: Utilize esta paste só se os seus dentes não foram sensíveis. Use apenas uma e uma só vez por semana).

(Para sua segurança, antes de realizar quais quer branqueamento caseiro procure saber a opinião de um Higienista Oral, Dentista ou Auxiliar de Medicina Dentária.)

Pode ainda optar por utilizar dentífricos com poder de branqueamento, mas a eficácia é bastantereduzida.

Doenças orais. Como prevenir?

Já falámos no dicas de algumas dicas para aliviar as dores de dentes, mas também é importante prevenir as doenças orais, as responsáveis pelas dores insuportáveis que por vezes nos afligem. De todas as doenças existentes, decidimos destacar as mais comuns, que são: Cárie, Doença gengival (Gengivite e Periodontite), Sensibilidade dentária e o Tártaro.

O que são as cáries?

A Cárie dentária é uma lesão, por vezes cavitada, com possível perda do esmalte e que afecta os tecidos mineralizados. Manifesta-se, quando num estado não inicial, por uma dor, por vezes insuportável. Quando esta patologia está no início do seu desenvolvimento não tem qualquer tipo de sintoma. O aparecimento de cáries está relacionado com a desmineralização provocada pela acidificação da boca.

Sintomas das cáries: 

- Alterações da cor do dente; 
- Dor de dentes aguda, por vezes permanente, que pode afectar toda a região em volta do dente ou só a zona do dente. 

Para evitar este tipo de doença temos de adoptar alguns actos preventivos, como por exemplo: 

- Escove os dentes com um dentífrico portador de flúor, pelos menos duas vezes. Ao deitar deve escovar  sempre os dentes, é o momento mais importante; 
- Utilize fio dentário todos os dias, antes das lavagens; 
- Ir ao dentista regularmente (de 6 em 6 meses); 
- Tenha uma boa alimentação; 
- Evite fumar. 

Doença gengival:

Esta doença é uma inflamação das gengivas que pode afectar o osso alveolar, pondo em risco a sustentabilidade do dente. A doença gengival possui dos estádios:

- A Gengivite: fase inicial e reversível. Inflamação provocada pelo crescimento da placa bacteriana no espaço entre o dente e a gengiva. O sintoma principal é o aparecimento de hemorragias durante a escovagem dos dentes.

- A Periodontite: esta é uma fase avançada e irreversível. O osso alveolar fica completamente afectado, formando-se folhas nas gengivas contendo restos alimentares e placa bacteriana.

Sintomas da gengivite e periodontite: 

- Gengivas com um tom avermelhado e inchadas; 
- Hemorragia durante a escovagem; 
- Dentes podem parecer mais compridos devido à recessão da gengiva; 
- Espaço entre os dentes; 
- Formação de pus entre os dentes e a gengiva; 
- Mau hálito e mau sabor na boca, constantemente. 

O tratamento é sempre realizado por um profissional de saúde oral, o qual deve consultar na presença dos sintomas.

Para prevenir esta doença leve uma boa higiene oral. Todos os sintomas supracitados na Cárie, servem para este caso.

Sensibilidade dentária:

A sensibilidade dentária é causada pelo desgaste do dente ou da gengiva. Esta doença oral pode ser causada pela exposição das raízes devido à recessão da gengiva.

Sintomas da sensibilidade dentária:

- Sensação de dor ao ingerir alimentos frios e quentes.

A sensibilidade dentária é tratada de várias maneiras. Pode ser utilizando um gel enriquecido com flúorna escovagem dos dentes; dentífricos para dentes sensíveis; aprendo a escovagem adequada dos dentes, pois uma má escovagem pode provocar mais desgasto no dente e, consequentemente, aumentar a sensibilidade; entre outros. Informe-se com o seu dentista.

O que é o tártaro:

O tártaro é uma placa bacteriana que mineralizando, endurece os dentes. O tártaro, para além de ser um problema de saúde oral, é também um problema estético devido à aparência que provoca. Geralmente forma-se acima ou junto da linha gengival. O sintoma mais comum é uma cor amarelada/acastanhada dos dentes.

Para prevenir o tártaro deve realizar uma correcta escovagem dos dentes, utilize o fio dentário. Uma vez tendo tártaro, só o poder remover com a ajuda de um especialista em saúde oral. Não o tente tirar sem a ajuda deste, poderá piorar a sua situação.

(Agora já sabe como prevenir as maiores doenças dos dentes e como deixar a sua boca mais limpa e saudável.
Não se esqueça de levar uma vida activa e com uma alimentação saudável.
Previna e sorria!)

Fonte: dicascaseiras

Grécia: Apelo ao boicote de produtos alemães e holandeses

Eurogrupo obtém acordo para segundo plano de resgate à Grécia

O petróleo iraniano mais ameaçador que o programa nuclear?

Inspectores da ONU iniciam hoje visita com suspeitas nucleares no Irão

Inspectores das Nações Unidas (ONU) chegaram esta segunda-feira ao Irão para uma visita de dois dias. O objectivo da visita prende-se a um complexo militar do país, que tem estado no centro das suspeitas quanto ao alegado armamento nuclear que o país estará a desenvolver.

Esta é a segunda visita num mês que os emissários da ONU, pertencentes igualmente à Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA), realizam ao Irão.

O país tem sido alvo de críticas, principalmente da parte do EUA e Israel, desde Novembro de 2011, mês em que a IAEA divulgou um relatório com mais de mil páginas dando conta da possibilidade do Irão estar a produzir armas nucleares.

O complexo militar em causa está localizado em Parchin, nos arredores de Teerão, capital iraniana, onde a IAEA suspeita que existam instalações subterrâneas destinadas ao desenvolvimento do programa nuclear do país, algo que as autoridades iranianas têm negado.

A organização já visitou as instalações em 2005, mas, na altura, inspeccionou apenas uma das quatro áreas do complexo nas quais incidem as suspeitas.

A visita tem início no mesmo dia em que o Irão anunciou quatro dias de testes militares no Sul do país, numa operação designada como «A vingança de Deus». Este tipo de testes costumam ser encarados como um sinal, dirigido ao Ocidente, demonstrativo do poder militar do Irão.

Fonte: AP/SOL

Irão pode cortar as exportações de petróleo a 6 outros estados da UE


Vice-ministro do petróleo iraniano Ahmad Qalebani disse segunda-feira que a república islâmica, possivelmente, reduzir suas exportações de petróleo a 6 outros estados da UE, incluindo Portugal, Espanha, Grécia, Itália, Alemanha e Holanda, o local agência de notícias Mehr.

Fonte: Chinadaily

China revela base Alienígena na Lua

Japoneses desafiaram Salazar há 70 anos com invasão de Timor

A invasão japonesa de Timor-Leste aconteceu há 70 anos, deixando em três anos um rasto de destruição e 50 a 70 mil mortos na única parte do território português que, apesar da neutralidade de Salazar, viveu a II Guerra Mundial.

Investigadores portugueses contactados pela Lusa consideraram «trágica» e «catastrófica» a invasão, já que a resistência transformou Timor-Leste num teatro de guerrilha, estimando-se que 50 mil pessoas tenham morrido directamente devido à guerra e outras devido à fome, às doenças e aos trabalhos forçados pelos japoneses. No total, estima-se que mais de 10 por cento da população timorense tenha desaparecido naquele período.

Há também registo da morte de 75 pessoas de origem europeia, 10 em combate, 37 assassinadas e oito em detenção, contou investigador António Monteiro Cardoso.

Além disso, acrescentou, «a destruição foi imensa», devido aos bombardeamentos efectuados, tanto pelos japoneses, como pelos aliados que tentavam expulsá-los. «Díli sofreu 94 ataques aéreos», disse o investigador, autor do livro Timor na 2.ª Guerra Mundial. O Diário do Tenente Pires, acrescentando que poucas foram as casas que ficaram de pé e a maioria das povoações timorenses desapareceu neste período.

A invasão, que ocorreu a 20 de Fevereiro de 1941, um dia depois de um bombardeamento a Darwin, «foi facilitada» porque não havia tropas portuguesas no território, contou o investigador. As tropas vinham de Moçambique e estavam já próximo de Timor-Leste quando os japoneses desembarcaram em Díli.

Apesar de a data não ter sido assinalada oficialmente hoje em Timor-Leste, na segunda-feira o primeiro-ministro, Xanana Gusmão, referiu-se a estes acontecimentos históricos, durante uma visita que efectua à Austrália.

«Foi um momento definidor na relação entre timorenses e australianos», disse num memorial da guerra, em Sydney, considerando-o também «uma época em que a nacionalidade foi transcendida e, como seres humanos, os nossos povos não só sofreram uma dor profunda mas também fizeram actos de grande altruísmo, o que resultou numa ligação de amizade e de honra numa herança duradoira».

No mesmo dia 20 de Fevereiro de 1941, militares japoneses desembarcaram também em Kupang, no lado holandês da ilha, mas as autoridades do lado ocidental renderam-se ao fim de cinco dias. No lado oriental, tropas australianas preparadas para a guerra de guerrilha infiltraram-se nas montanhas e lançaram emboscadas logo que os japoneses começaram a sair de Díli.

Cedo estes militares contaram com o apoio dos timorenses, chocados com a violência da ocupação dos japoneses, que fizeram pilhagens e violaram mulheres. Também muitos dos portugueses que haviam sido deportados para Timor, sobretudo por questões políticas, se juntaram à guerrilha.

Segundo o investigador Moisés Fernandes, os portugueses não eram mais de 350 a 400 e havia uma divisão entre a elite da administração, que era pró-japonesa, e os restantes, pró-aliados.

Esta ideia é refutada por António Monteiro Cardoso, que defende que os principais administradores do território tomaram partido pelos aliados, contra a vontade do governo do chefe do governo português, António Oliveira Salazar, que exigia a manutenção da neutralidade e manteve relações diplomáticas com o Japão ao longo de toda a guerra.

Para António Monteiro Cardoso, Portugal «esqueceu» a invasão japonesa de Timor durante anos porque «a Salazar não interessava dizer que havia uma zona tocada pela guerra» e também porque a ausência de tropas em 1941 - destinada a garantir a neutralidade portuguesa - poderá ter facilitado a entrada das tropas nipónicas.

Fonte: Lusa/SOL

Putin promete um rearmamento “sem precedentes” da Rússia

Apoiantes de Vladimir Putin em Moscovo
É o regresso à retórica bélica anti-ocidental, na memória de muitos russos ainda um sinónimo do poderio e grandeza de Moscovo. “Esta era exige uma política determinada de reforço do sistema de defesa aérea e espacial do país”, sustenta o primeiro-ministro Vladimir Putin, em novo artigo de campanha para as eleições presidenciais na Rússia, daqui a duas semanas, nas quais pretende regressar ao controlo do Kremlin. 

Este é o sexto texto em tantas semanas publicado por Putin na imprensa russa. Os textos são os pontos altos da sua estratégia de recondução à presidência, após o interregno dos últimos quatro anos, em que, estando constitucionalmente impedido de continuar na chefia do Estado (cumpridos já dois mandatos consecutivos entre 2000 e 20008), assumiu a liderança do Governo, propulsionando para o seu lugar o seu “pupilo”, Dmitri Medvedev.

Neste novo artigo Putin, que se tem mantido longe dos debates televisivos da campanha, defende que a política de rearmamento da Rússia é uma “necessidade” para responder ao que é feito pelos Estados Unidos e a NATO em matéria de defesa antimíssil, segundo uma lógica de que “nunca há nesta matéria demasiado patriotismo”. E para isso, promete um investimento de 23 milhões de milhões de rublos (cerca de 590 mil milhões de euros) nos próximos dez anos.

“Temos que construir um novo exército: moderno e capaz de ser mobilizado em qualquer momento”, sustenta neste artigo, publicado no jornal estatal Rossikaia Gazeta, depois de nas últimas semanas ter dado a conhecer a sua visão política, em outros jornais, para a economia, multiculturalismo, processos políticos e democracia e ainda a qualidade de vida e demografia da Rússia.

Fonte: Público

Hitler teve filho de uma jovem francesa

Hitler teve filho de uma jovem francesa
Uma investigação de uma revista francesa descobriu um filho a Hitler. O líder nazi terá engravidado uma jovem francesa durante a 1ª Guerra Mundial, em 1917. O jovem lutou contra as forças do pai, na segunda Grande Guerra, em 1940. 

Jean-Marie Loret nasceu de pai incógnito em 1918, em plena Primeira Guerra mundial. Morreu em 1985, aos 67 anos, com a certeza de que era filho de Adolf Hitler, o líder do partido Nazi que levou a Europa para a 2ª Grande Guerra.

O suposto filho de Hitler fez parte das tropas francesas que lutaram contra os alemães na defesa da Linha de Magniot, durante a invasão nazi, que ocupou a França entre 1940 e 1944. Depois juntou-se à resistência francesa, com o nome de código "Clement", para combater o exército de Adolf Hitler.

A história de Jean-Marie Loret é contada pela revista francesa "Le Point", com base em "provas conclusivas", recolhidas na Alemanha e na França. A mãe, Charlotte Lobjoie, evitou revelar a identidade do pai e deu-o para adopção, no início dos anos 30, à família Loret.

Hitler nunca apadrinhou a criança, mas terá mantido contacto com a mãe. Só pouco antes de morrer, nos anos 50, Charlotte Lobjoie revelou ao filho o nome do pai biológico. "Para não ficar deprimido, trabalhei sem parar, nunca tirei férias ou arranjei um passatempo. Durante 20 anos, não fui sequer ao cinema", terá dito Jean-Marie Loret, que decidiu começar a investigar a história que a mãe lhe contou em meados dos anos 70.

As fotografias mostram uma grande semelhança entre filho incógnito e pai mundialmente conhecido. Jean-Marie contratou cientistas para provar que tinha o mesmo tipo sanguíneo e uma caligrafia semelhante à de Hitler.

Também pela veia artística de Hitler, um pintor reconhecido, se revelam pinceladas deste caso. No sótão de casa da mãe, Jean-Marie encontrou quadros assinados por Hitler; na Alemanha, foi descoberto um retrato de uma mulher muito semelhante a Charlotte Lobjoie.

Documentos oficiais da "Wehrmacht", o Exército Alemão, indicam que oficiais germânicos levaram envelopes com dinheiro a Charlotte Lobjoie, durante a Segunda Guerra mundial, mais de 20 anos após o alegado caso de Hitler com uma jovem francesa de 16 anos.

Adolf Hitler foi militar e lutou pela Alemanha na primeira guerra mundial. Numa das licenças, terá deixado as trincheiras perto de Seboncourt, no norte de França, para uns dias de folga em Fournes-in-Weppe, uma pequena localidade a oeste de Lille, onde conheceu Charlotte Lobjoie.

"Um dia, estava a apanhar feno com outras mulheres quando vi um soldado alemão do outro lado da rua", terá dito Charlotte, um dia, ao filho. O militar, Hitler, segundo a investigação do "Le Point", fazia desenhos num caderno, o que causou curiosidade entre as mulheres que o viam.

"Fui a designada para me aproximar dele", contou Charlotte Lobjoie. Assim começou um breve relacionamento do qual resultou a gravidez, numa noite de junho. Jean-Marie Loret nasceu em março de 1918. "Quando o teu pai estava cá, o que era raro, costumava levar-me a dar grandes passeios pelo campo", contou a mãe ao filho, desvelando traços de personalidade, agora, facilmente reconhecidos em Hitler.

"Esse passeios terminavam mal. Inspirado pela natureza, o teu pai fazia discursos que eu não percebia", terá dito Charllote ao filho. "Não falava em francês, apenas resmungava em alemão, para uma audiência imaginária", contou a mãe de Jean-Marie Loret.

Francois Gibault, advogado parisiense a quem Jean-Marie recorreu em 1979 pela primeira vez admite, ainda, que os filhos de Loret podem reclamar direitos de autor da venda de Mein Kampf (A Minha Luta), o manifesto nazi de Hitler que vendeu milhões de exemplares no Mundo.

Os filhos de Jean-Marie podem, ainda, beneficiar de um livro intitulado "O nome do teu pai é Hitler", escrito em 1981 por Loret e que agora deve ser republicado, provavelmente com mais sucesso, à luz destes novos elementos.

Fonte: Jornal de Notícias

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Para atrair as mulheres, pele é mais importante do que o rosto

No jogo do amor e do sexo, uma pele bonita pode formar a linha divisória entre os perdedores e os vencedores: uma nova pesquisa mostra que uma pele saudável é mais importante do que um rosto masculino.

Estudos anteriores revelaram que mulheres heterossexuais acham homens com rostos masculinos, aqueles com o queixo proeminente e quadrado, sobrancelhas espessas e um rosto relativamente longo com um queixo bem definido, mais atraentes, principalmente durante a ovulação. Pesquisas propuseram que as mulheres instintivamente escolhem homens com características masculinas devido ao indicativo de boa saúde, que então poderia ser passada para os filhos.

Entretanto, o psicólogo Ian Stephen, da Universidade de Nottingham, na Malásia, descobriu que uma pele “dourada” também é indicativo de boa saúde, e que as pessoas tendem a achar isso bonito. Mas então o que as mulheres preferem: uma pele bonita e dourada ou um rosto “macho”?

Para descobrir, Stephen e seus colegas tiraram fotos de 34 homens brancos e 41 negros. Eles então calcularam a cor das faces e usaram um programa de computador para classificar a masculinidade das faces.

“Nós usamos essa técnica de computador para comparar matematicamente o formato dos rostos dos homens com amostras similares de rostos de mulheres, das mesmas populações”, comenta Stephen.

Os pesquisadores então mostraram as fotos para 32 mulheres brancas e 30 negras, para que elas classificassem a atração.

Os cientistas descobriram que a masculinidade facial não era nem de perto tão importante quando o tom da pele, para as mulheres de ambos os grupos étnicos. Eles não encontraram uma ligação entre a masculinidade e a atração, mas sim entre a pele.

Apesar da cor dourada ser muito importante para as mulheres ao classificarem os rostos do próprio grupo étnico, elas não pareceram se importar muito com esse traço em outro grupo étnico. Os pesquisadores sugerem que elas não conseguem detectar diferenças tão relativas em homens de outras raças.

Os traços dourados em nossa pele vêm de pigmentos de frutas e vegetais da nossa alimentação, promovendo saúde e fertilidade.

“Nosso estudo mostra que ser saudável pode ser a melhor forma dos homens ficarem atrativos”, comenta Stephen. “Nós sabemos que você pode conseguir uma pele mais atrativa comendo mais frutas e vegetais, então aí pode ser um bom começo”.

Fonte: LiveScience

Sueco sobrevive dois meses preso num automóvel

Um homem de 45 anos foi encontrado na sexta-feira dentro de uma viatura soterrada pela neve. A vítima não terá ingerido qualquer alimento desde 19 de Dezembro.

O automóvel foi encontrado por praticantes de snowmobil num caminho florestal no extremo norte da Suécia. No interior estava um homem visivelmente debilitado, dentro de um saco cama, no banco de trás. As autoridades suspeitam que terá sido surpreendido por um forte nevão ocorrido no final de 2011.

A vítima encontra-se agora no hospital universitário de Umea, a recuperar bem.

Trata-se de um caso extremo de sobrevivência, já que os seres humanos não costumam sobreviver mais do que quatro semanas sem comida. Os médicos crêem que o sueco poderá sobrevivido devido ao frio, que o terá feito entrar numa espécie de estado de hibernação. O sueco dispunha ainda de acesso a água limpa, socorrendo-se da neve em torno do veículo.

Fonte: SOL

Amem os animais de estimação das mulheres, para elas o amarem mais

Atenção, homens: se vocês estão namorando uma mulher que ama um cachorro, é melhor se preparar para amá-lo também, ou fingir muito bem.

Segundo uma nova pesquisa, as mulheres ficam mais satisfeitas em seu relacionamento quando seu parceiro gosta o mesmo tanto que ela de seu animal de estimação.

Já os homens, por outro lado, não se importam com isso. A proximidade de uma mulher com seu animal de estimação não afeta sua satisfação com o relacionamento.

Para saber que papel um animal tinha em uma relação entre humanos, os pesquisadores recrutaram 120 casais heterossexuais que moravam juntos para responder a questionários online sobre o quão próximo eles se sentiam a seus animais, e quão felizes eles eram com suas vidas e relacionamentos. Cada parceiro preencheu um inquérito separado.

Como 75% dos voluntários eram donos de cães, não havia suficientes gatos e outros animais de estimação para descobrir se o tipo de animal desempenha um papel nos resultados.

Mas as descobertas indicam que, para as mulheres que possuem animais de estimação, era importante que os seus parceiros tivessem o mesmo sentimento sobre o seu amigo peludo. As mulheres relataram estarem mais felizes com seu relacionamento quando o seu parceiro relatava níveis similares de proximidade de seu animal de estimação.

A satisfação dos homens com a relação não era ligada com a proximidade do animal de estimação.

Segundo os pesquisadores, isso é provavelmente porque os homens tendem a ser menos preocupados com a harmonia familiar. As mulheres são muito mais em sintonia com a harmonia da casa, procurando arrumar desacordos (e um animal poderia ser motivo de discórdia: um deles pode não querer o animal dentro de casa, ou achar que o outro gasta muito dinheiro com ele, etc).

Um dos resultados interessantes é que quando os homens tinham um vínculo único com o seu próprio animal de estimação, eles eram mais felizes em sua relação, independentemente de como a mulher se sentia sobre o animal. Mas, quando a mulher percebia que o homem estava mais próximo de um animal de estimação do que dela, se sentia pior sobre o relacionamento, tendo ciúmes.

Os resultados lidam com a percepção, por isso os pesquisadores esperam estudar melhor o que pode estar causando essa dinâmica. Mas a mensagem é clara: homens, amem os bichos de estimação das mulheres!

Fonte: LiveScience