domingo, 25 de novembro de 2012

Ataques de Israel mataram mais crianças do que se pensava

A morte de dezenas de mulheres e crianças na Faixa de Gaza em operações aéreas israelenses em novembro provocou a crítica da comunidade internacional que pressionou Israel a aceitar um cessar-fogo imediato. Estatísticas divulgadas nesta semana mostram que o número de menores de idade que tiveram a vida interrompida é muito maior do que se pensava.

Desde 29 de setembro de 2000, 1509 crianças palestinas foram mortas por israelenses contra 129 do Estado judeu, informa a If Americans Knew, uma organização independente de pesquisa e divulgação de informações que a grande mídia oculta ou distorce.

No gráfico abaixo está exposto o número de mortes de cada ano de conflito.


Segundo a organização, a maioria das crianças palestinas foram mortas e feridas durante suas atividades diárias normais, como ir à escola, jogar futebol, fazer compras e assistir televisão em casa. Sessenta e quatro por cento dos óbitos aconteceram em ataques terrestres de soldados da Força de Defesa de Israel (IDF), durante os primeiros seis meses de 2003.



O site da organização Remember These Children divulga o nome de cada criança palestina morta.

Pelo menos 6.617 palestinos e 1097 israelenses perderam suas vidas nos últimos 12 anos.

A If Americans Knew revela também que desde 2000, os conflitos entre Israel e Gaza deixaram 10.792 israelenses feridos contra 59.575 palestinos.

Fonte: IAnotícia

Um comentário:

  1. There is shocking news in the sports betting industry.

    It's been said that any bettor needs to look at this,

    Watch this now or stop placing bets on sports...

    Sports Cash System - Advanced Sports Betting Software.

    ResponderExcluir