terça-feira, 29 de maio de 2012

Christine Lagarde manda pagar impostos mas não paga

A diretora do FMI é aumentada todos os anos
A diretora do Fundo Monetário Internacional recebe um total de 438,94 mil euros por ano... livres de impostos. Ganha mais do que o Presidente dos Estados Unidos.

Christine Lagarde causou polémica ao dizer que os gregos deviam pagar os seus impostos, mas a diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI) tem um salário de 372.300 mil euros por ano, a que se juntam outros 66.640 mil de despesas de representação, totalmente livres de impostos, diz o jornal inglês "The Guardian".

A diretora do FMI, que numa entrevista publicada sábado disse estar mais preocupada com a África subsaariana do que com a Grécia e insinuou que o problema dos gregos era não pagarem impostos, recebe ao todo 438.940 mil euros por ano sem ter de pagar qualquer taxa ao Estado.

O diário inglês revela ainda que Lagarde recebe mais do que o Presidente dos EUA, que está obrigado a pagar impostos. 

Esta "facilidade" de Christine Lagarde deve-se ao facto do seu posto de trabalho usufruir do estatuto diplomático, baseado no artigo 34 da Convenção de Viena que diz que "um agente diplomático deve ficar isento de4 todos os impostos e taxas". A mesma "benesse" têm quase todos os funcionários das Nações Unidas.

O contrato da antiga ministra das Finanças do Governo de Sarkozy tem ainda uma cláusula que obriga a um aumento de salário, todos os anos, a 1 de julho.

Christine Lagarde, 56 anos, venceu a corrida para diretora do FMI depois do escândalo sexual que obrigou Dominique Strauss-Kahn a abandonar o cargo. Na altura, Lagarde era ministra das Finanças do executivo de Sarkozy. Licenciada em direito é a primeira mulher a liderar o FMI.

Fonte: Jornal Expresso

Ronaldo desmente confusão à porta de discoteca


Ronaldo desmente confusão à porta de discoteca

O futebolista clarificou, na sua página de Facebook, o que se passou na festa pós-Globos de Ouro. CR7 desmente ter provocado a queda de Gonçalo Teixeira ao rio Tejo e afirma ainda que este o abordou em "termos inapropriados".

Segundo o que foi noticiado na última semana, Cristiano Ronaldo ter-se-ia envolvido num confronto com o manequim Gonçalo Teixeira, na discoteca Urban Beach, onde aconteceu a festa pós-Globos de Ouro.

De acordo com várias notícias publicadas, um elemento do grupo que acompanhava CR7 teria atirado o manequim ao rio, depois de este se ter desentendido com o capitão da Seleção Nacional.

O jogador do Real Madrid explicou, em comunicado, que o episódio começou porque Carolina Fernandes, a namorada de Gonçalo Teixeira, lhe pediu para tirar uma fotografia.

"Depois de algumas noticias recentes gostaria de desmentir categoricamente as publicadas por alguma imprensa (Nova Gente, Flash, VIP e TV Guia), segundo as quais, numa festa do passado domingo, teria contactado ou conversado com a Senhora Carolina Fernandes, namorada do modelo Gonçalo Teixeira.

A verdade dos factos é bastante mais simples: foi a referida Senhora que pediu para tirar uma fotografia e nada mais se passou de relevante.

Por último, refira-se que, à saída da referida festa, o Sr. Gonçalo Teixeira dirigiu-se a mim em termos inapropriados e injustificados, tendo sido afastado por terceiros, altura em que caiu ao rio, felizmente sem consequências".

Fonte: DN.PT

Volvo testa carros sem condutor em auto-estrada espanhola

A Volvo conseguiu levar a cabo com sucesso o teste de três automóveis sem condutor numa auto-estrada espanhola.

O teste teve lugar numa auto-estrada espanhola com tráfego normal e permitiu levar três carros sem condutor a percorrer cerca de 200 quilómetros sem auxílio humano.

De acordo com informação avançada pelo portal The Register, o teste foi desenvolvido em parceria com uma empresa especializada em tecnologia automóvel, no âmbito do projecto Sartre (Safe Road Trains for the Environment).

Durante o teste as três viaturas conseguiram chegar ao destino sem que ninguém pegasse no volante, seguindo atrás de um camião durante cerca de 200 quilómetros.

A tecnologia em causa tem como objectivo permitir que um veículo conduzido por humanos possa ser utilizado como líder de um conjunto de viaturas, que seguem atrás.

Tal como acontece com os automóveis sem condutor desenvolvidos por outras empresas, como é o caso da Google, estes estão equipados com diversas tecnologias, como câmaras, radares e um sistema de laser para identificar o veículo que está à frente.

Toda a informação relacionada com a viatura que lidera o percurso, nomeadamente as indicações de quando é preciso travar, acelerar ou virar, é enviada através de ligações sem fios em tempo real para todos os veículos.

Esta não é a primeira vez que a fabricante automóvel sueca testa este tipo de viaturas, mas foi a primeira vez que a experiência decorreu em ambiente público.

Fonte: Jornal SOL

Atum radioativo do Japão pescado nos EUA

Atum radioativo do Japão pescado nos EUA
Uma contaminação radioativa do acidente na central nuclear de Fukushima foi descoberta nos EUA em atuns que migraram do Japão para a costa da Califórnia. Os peixes podem ser consumidos sem perigo para a saúde: o nível de material radioativo neles é consideravelmente mais baixo do permissível.

A descoberta surpreendeu os cientistas, porque um nível semelhante de contaminação é comumente encontrado em peixes pequenos e plâncton. Um peixe tão grande como o atum devia ter perdido a radioatividade durante a travessia do Oceano Pacífico por causa de seu elevado nível de metabolismo.

Segundo os cientistas, a descoberta de atum radioativo confirma que eventos em uma parte do mundo podem afetar ecossistemas localizados a uma distância de milhares de quilómetros.

Fonte: Voz da Rússia

Partidas combinadas ameaçam o futuro do futebol

Partidas combinadas ameaçam o futuro do futebol
A Europa se afunda em escândalos com partidas combinadas. Um após outro são revelados fatos de fraude em campeonatos nacionais de futebol.

Na Itália já foram presas cerca de 20 pessoas, entre as quais alguns jogadores da seleção, que deveriam jogar na Euro 2012, e o clube Fenerbahçe de Istambul foi afastado da participação na liga dos campeões.

Marcar gol em troca de alguns milhares de dólares é uma coisa comum para alguns futebolistas. Assim agiu, por exemplo, o jogador do Atalanta de Bérgamo, Itália, Andrea Masielo. Recentemente ele foi preso sob a acusação de participar de jogos combinados e poderá ser condenado a uma pena de prisão.

Apesar das punições rigorosas não diminui o número de fraudadores. Trata-se de valores astronômicos de renda, salienta o perito da comissão russa de investigação de jogos combinados, Alexander Bubnov.

“Participam deste processo casas de apostas. Se alguém sabe o resultado da partida combinada, ele ganha muito dinheiro. Nas casas de apostas pode-se ganhar centenas de milhões de dólares com os jogos combinados.

O atual escândalo pode debilitar a seleção italiana, que é considerada uma das favoritas da Euro-2012. Os participantes do jogo entre Lázio e Genoa no ano passado poderão não ir ao campeonato. Nessa altura, a Lazio de Roma, relativamente fraca, venceu o adversário com a contagem de 4 a 2. Nesta partida jogou o lateral esquerdo do Zenit e da seleção italiana Domenico Criscito, que por enquanto é testemunha no processo. Ele, como também os futebolistas presos, pode não ter permissão de participar no campeonato continental.

Entretanto o mais provável é que ninguém atrapalhe os astros de defender a honra de seu país, assinala o jornalista esportivo Artiom Lokalov.

“É perfeitamente possível que os processos judiciais sejam adiados. Pelo menos não irão tocar os futebolistas da seleção da Itália durante o Euro, somente depois do campeonato. Temos o exemplo da copa do mundo de 2006, quando na Itália também estourou o escândalo de partidas combinadas. Entretanto isto não impediu que a seleção se tornasse a melhor do mundo. Não acho que esta situação se venha a refletir sobre a seleção que irá disputar a Copa da Europa.”

Na Turquia prosseguem, há mais de dois meses. as audiências judiciais sobre o envolvimento do dirigente do clube mais promissor do país, em jogos combinados. O presidente do Fenerbahçe de Istambul, Aziz Yildirim, poderá ser condenado a 150 anos de prisão por subornar equipes de adversários e criar um esquema de lavagem de dinheiro. A federação nacional de futebol afastou o clube Fenerbahçe da participação na liga dos campeões.

Na Hungria um escândalo de corrupção terminou em tragédia. O dirigente do clube húngaro PEAK, Robert Kutas, suicidou-se logo após a acusação de envolvimento de sua equipe, considerada a mais honesta, em jogos combinados.

O problema é atual não apenas na Europa. No início do ano, na China foram condenados os dirigentes da Associação Chinesa de Futebol e também juízes e árbitros. Cada um deles organizou partidas com resultados previamente conhecidos em troca de centenas de milhares de dólares.

Na Rússia em breve será introduzida responsabilidade penal por “influência sobre o resultado de competições”. Agora uma comissão especial trabalha no projeto-de-ei sobre os jogos “encomendados”.

Fonte: Voz da Rússia

Quinze mortos confirmados em novo sismo no norte de Itália

Um sismo de magnitude 5.8 voltou a abalar a região norte de Itália nesta manhã de terça-feira. Até à data, dez pessoas morreram. O abalo surge apenas dez dias depois de um outro ter vitimado sete pessoas e destruído dezenas de edifícios na mesma região.

De acordo com o diário italiano Corriere della Serra, o epicentro localizou-se na província de Modena, na região de Emília-Romanha, a 40 quilómetros de Bolonha e a 60 quilómetros de Parma. A terra, no entanto, tremeu em toda a região norte do país.

O abalo ocorreu por volta das 9 horas locais (8h em Portugal continental) tendo depois havido duas novas réplicas até cerca das 11h50. Segundo o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia, o tremor mais forte foi o primeiro, com uma magnitude de 5.8 na escala de Richter e uma profundidade de 10 quilómetros.

De acordo com o mesmo jornal, dez pessoas perderam a vida: três após o colapso de um edifício industrial em San Felice sul Panaro, duas outras na sequência de incidente semelhante na província de Mirandola e as restantes morreram após o desabamento das suas casas em Concordia, Finale Emilia e Cavezzo. Regista-se ainda a morte de um pároco na pequena cidade de Carpi, na sequência do desabamento de uma igreja.

O balanço é, no entanto, provisório.

Escolas, estabelecimentos comerciais e escritórios foram imediatamente evacuados por precaução, nomeadamente em cidades como Veneza, Milão e Bolonha, adianta a Associated Press.

As linhas de comboio que ligam o noroeste e o nordeste do país foram interrompidas para que as autoridades pudessem detectar os danos e apurar as ocorrências de feridos.

Depois dos abalos do passado dia 20, levantam-se agora questões sobre o facto de as autoridades terem dado uma permissão precoce para a população regressar às suas casas, escolas e locais de trabalho.

Fonte: Jornal SOL



segunda-feira, 28 de maio de 2012

Síria, o massacre de inocentes

Alemanha: Merkel não sabe localizar Berlim no mapa da Alemanha

Merkel não sabe localizar Berlim no mapa da Alemanha
Angela Merkel, foi submetida a um exame surpresa, de Geografia, durante um encontro com estudantes sobre imigração... mas a aula não correu bem. Assinalou a capital do país em território russo.

No encontro entre a chanceler alemã e os estudantes, era pedido aos assistentes para localizarem num mapa da Alemanha a sua cidade e, supostamente, Merkel deveria fazer o mesmo, assinalando a cidade de Hamburgo.

No entanto, segundo o jornal "ABC", antes de se lançarem nestas "árduas" tarefas, a líder alemã decidiu que era melhor começarem por indicar no mapa a localização da capital do país, Berlim. Em má hora o fez, porque, para grande surpresa de todos, Angela Merkel indicou a localização de Berlim... em território russo!


Como é habitual nestes acontecimentos, o vídeo da gafe de Merkel já está a dar a volta ao mundo através da Internet, com as consequentes críticas ao "despiste geográfico" de Angela Merkel.

Fonte

Sismo de intensidade 6,4 no norte da Argentina

Um sismo de 6,4 graus de magnitude na escala de Richter abalou hoje uma região do norte da Argentina, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).

Desconhece-se, por enquanto, se o sismo, registado às 06:07 (hora de Lisboa), causou danos pessoais ou materiais. 

O sismo foi registado a 589 quilómetros de profundidade e a 52 quilómetros da localidade de Anatuya, em Santiago del Estero, a mais de 800 quilómetros a noroeste de Buenos Aires.

Fonte: Público

Operação militar contra o Irã está preparada, diz Pentágono

Operação militar contra o Irã está preparada, diz Pentágono
A operação militar contra o Irã foi desenvolvida e está pronta para implementação, disse o Secretário de Defesa dos EUA Leon Panetta no domingo, em uma entrevista ao programa This Week do canal de televisão ABC News.

“A premissa básica é que nem os EUA nem a comunidade internacional intendem permitir que o Irã desenvolva armas nucleares,” disse Panetta.

“Seria desejável resolver este problema diplomaticamente, e com pressão, ao invés de usar a força militar, disse. Mas isso não significa que esta opção não está disponível na íntegra. Ela não só está disponível, ele está pronta”. Segundo Panetta, os EUA estão prontos para qualquer tipo de surpresas nesta parte do mundo.

Fonte: Voz da Rússia

domingo, 27 de maio de 2012

Costa portuguesa perde 55% de sardinha nos últimos dez anos

A quantidade de sardinha diminuiu mais de 50% na costa portuguesa nos últimos dez anos, sendo o Centro e o Sul do país as zonas mais afectadas, segundo dados do Ministério da Agricultura e das Pescas.

O volume de sardinha nas águas portuguesas decresceu em média 55% entre 2002 e 2011, revelou à agência Lusa o ministério, com base nos dados das campanhas de investigação do Instituto de Investigação das Pescas e do Mar (IPIMAR).

O decréscimo acentuou-se mais no Algarve (78%), seguindo-se as zonas Centro (53%) e Norte (48%).

Segundo a tutela, «verifica-se que na zona Centro e no Algarve há uma tendência decrescente ao longo do período, enquanto no Norte se verifica uma flutuação».

A redução do pescado é justificada com uma «diminuição de longo prazo do stock ibérico», o que explica que, na costa espanhola, o decréscimo seja mais acentuado, atingindo os 77% na última década.

O fenómeno, acentuado sobretudo nos últimos seis anos, deriva de «sucessivos recrutamentos baixos e não de uma pesca excessiva», explicou o IPIMAR, segundo o qual existe uma relação «entre a diminuição do recrutamento e o aumento da temperatura», que motivam uma «reduzida produtividade das águas».

A diminuição de sardinha nas águas portuguesas tem contribuído também para a redução, ainda que menos acentuada, do número de capturas.

Estatísticas da Direcção Geral dos Recursos Marinhos apontam para uma redução de 7% dos desembarques na última década. Enquanto a quantidade de sardinhas capturadas entre 2002 e 2004 era de 65 mil toneladas por ano, esse valor baixou para 61 mil toneladas entre 2009 e 2011.

Contudo, existem variações ao longo da costa portuguesa. O número de desembarques aumentou 19% nesse período no Norte do país (de Caminha a Figueira da Foz), ao contrário do Centro (de Peniche a Sagres) e Sul (de Sagres a Vila Real de Santo António), onde as capturas diminuíram, respectivamente, 28% e 41%.

Em Espanha, os desembarques diminuíram 22% no mesmo período.

A redução de capturas deve-se também à redução de embarcações de pesca e às restrições impostas ao licenciamento de barcos para a pesca do cerco, às regras impostas à dimensão das artes de cerco, para proteger as espécies juvenis, e do próprio pescado.

Com vista a manter uma exploração sustentável dos recursos, o Estado tem imposto restrições às próprias capturas, com a interdição da pesca da sardinha entre 15 de Fevereiro e 30 de Abril.

A sardinha é a principal espécie capturada na costa marítima portuguesa pelas embarcações nacionais, que facturam por ano quase 50 milhões de euros, e é a única espécie de peixe em toda a Península Ibérica a ter, desde 2010, certificação de qualidade.

Fonte: Lusa/SOL

Mulher festejou 80 anos a saltar de pára-quedas e quase morria

Uma mulher de 80 anos decidiu celebrar com um salto de pára-quedas. A estreia na queda livre correu mal e podia ter morrido.

Laverne, como é apenas identificada nos média norte-americanos, quis festejar 80 anos de vida com um salto de pára-quedas. Na altura de saltar, ficou com dúvidas, que o instrutor resolveu à força.

Não se percebe se foi no momento em que foi forçada a saltar ou se algo que foi mal montado, o certo é que um arnês se soltou durante a queda livre e Laverne ficou em muito má posição, colocando em risco a vida dela e a do instrutor.


O pára-quedista que estava a filmar ainda tentou ajudar, mas não consegui aproximar-se o suficiente. Valeu o esforço do instrutor, que a conseguiu estabilizar, aterrando, ambos, sãos e salvos.

Uma estreia atribulada nos saltos de pára quedas, que terminou com uma intervenção médica, dado que Laverne ficou em estado de choque e teve de ser assistida.

Fonte: Jornal de Notícias

Centros de emprego estão a oferecer trabalho a licenciados por 500 euros

<p>Sucedem-se as denúncias sobre o conteúdo das ofertas de colocação</p>
Sindicato da Função Pública alerta que há empresas que estão a registar-se no portal Netemprego para beneficiarem dos apoios à contratação e que oferecem salários próximos do mínimo. 

O Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Sul e Açores (STFPSA) acusa o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) de publicitar ofertas de trabalho para licenciados a ganharem salários próximos dos 500 euros. As ofertas foram detectadas no portal Netemprego e dizem respeito a empresas que se inscreveram para beneficiarem dos apoios à contratação previstos na medida Estímulo 2012.

Num comunicado ontem divulgado, o sindicato dá conta de duas situações em que as empresas se candidatam ao apoio, que prevê o pagamento de metade do salário do desempregado contratado (ver caixa), para admitirem desempregados com formação superior, a contrato a termo e cujos salários estão ao nível dos oferecidos a trabalhadores menos qualificados.

Um dos casos divulgados tem a ver com uma empresa de comércio de mobiliário e artigos de iluminação que pede arquitecto, com mestrado, para trabalhar a tempo inteiro por 500 euros. Outro, é uma empresa de estudos de mercado que pretende contratar um técnico de relações públicas licenciado para fazer clipping de imprensa. O horário de entrada é às cinco da manhã e o salário oferecido são 485 euros, o salário mínimo nacional. 

Tanto uma oferta como a outra já não figuravam, ontem, no portal. Mas uma pesquisa pelas 3370 ofertas de emprego disponíveis revelava casos semelhantes. Uma empresa candidatava-se ao Estímulo 2012 e pretendia admitir dois médicos dentistas, a tempo completo, a ganhar 650 euros. Outra pretendia um engenheiro mecânico, que fale inglês, francês e espanhol, oferecendo um salário de 700 euros. Em todos estes casos, as empresas apenas terão que suportar metade do salário.

"São verdadeiros saldos de engenheiros, arquitectos, relações públicas, desenhadores, com o patrocínio do serviço público de emprego", lamenta Catarina Simão, dirigente do STFPSA. "Não se respeitam as tabelas salariais nem a contratação colectiva", lamenta.

Também a página electrónicados Precários Inflexíveis tinha denunciado no início da semana um caso semelhante e criticava as empresas que se "aproveitam do desemprego galopante para baixarem os salários e fomentarem a precariedade". 

O PÚBLICO tentou obter esclarecimentos junto do IEFP, nomeadamente sobre a forma como é feito o controlo dos salários oferecidos, de forma a respeitarem as tabelas de cada sector e as remunerações previstas na contratação colectiva, mas até ao fecho da edição não foi possível obter uma resposta.

Balanço do programa

Desde meados de Fevereiro, 1734 desempregados conseguiram voltar ao mercado de trabalho com o apoio da medida Estímulo 2012, um pequeno contributo para a meta de 35 mil traçada pelo Governo. Para conseguirem atingir este valor no final do ano, os centros de emprego têm que conseguir colocar 3500 desempregados por mês.

Questionado sobre se este objectivo será alcançável, o presidente do IEFP, Octávio Oliveira, diz que "a meta continua válida" e garante que o instituto está a fazer "um enorme esforço de divulgação da medida". Porém, realça, "a criação de empregos depende das empresas e não do Estado, pelo que a meta proposta apresenta particulares desafios".

Em três meses, 1725 entidades mostraram-se registaram-se no Netemprego para beneficiarem da medida, tendo apresentado 3755 ofertas de emprego. De acordo com a informação solicitada ao IEFP, a maioria das ofertas vem da restauração, alojamento, apoio social, comércio, indústria alimentar, têxtil e das actividades especializadas da construção.

Apoio pode chegar aos 419,22 euros

O Estímulo 2012 entrou em vigor em meados de Fevereiro e destina-se a empresas que contratem desempregados inscritos nos centros de emprego há pelo menos seis meses. 

As empresas que celebrem contratos a termo com estes desempregados recebem 50% da retribuição base até um limite máximo de 419,22 euros. Esta comparticipação sobe para 60% se as empresas celebrarem contrato sem termo com beneficiários do rendimento social de inserção, desempregados de longa duração, com idade inferior ou igual a 25 anos ou com trabalhadores com baixas qualificações ou com deficiência. Tanto num caso como no outro, o apoio é pago por um período máximo de seis meses. As empresas são obrigadas a dar 50 horas de formação e têm que manter os níveis de emprego. No fim do contrato, a empresa pode apresentar nova candidatura à medida, mas o trabalhador cujo contrato cessou é contabilizado na aferição do nível de emprego.

Fonte: Público

sábado, 26 de maio de 2012

Britânicos avisam: vamos fechar fronteiras se o euro cair

A ministra da Administração Interna da Grã-Bretanha disse hoje ao The Daily Telegraph que o Governo britânico está a desenhar uma estratégia de contenção da imigração que deverá ser utilizada caso a Grécia saia do Euro.

Theresa May explicou ao diário inglês que se a Grécia entrar em colapso financeiro e for obrigada a abandonar o Euro, a Grã-Bretanha pode adoptar mecanismos de controle da imigração, previstos na lei europeia.

De acordo com May, «é verdade que estamos a desenvolver planos de contingência» caso o número de pessoas em migração à procura de trabalho aumente de forma excepcional.

Uma das premissas basilares da União Europeia, a livre circulação de pessoas e bens, poderá vir a ser posta em causa em prol de políticas mais proteccionistas.

Não são boas notícias para os países mais débeis, tais como Portugal, Irlanda e Espanha.

Fonte: SOL

Reino Unido prepara plano para controlar imigração em caso de colapso do euro

O Governo do Reino Unido está a preparar planos de contingência para controlar um eventual aumento significativo da imigração da Grécia e de outros países comunitários, como Portugal, em caso de colapso do euro. 

Numa entrevista publicada na edição de hoje do jornal "Daily Telegraph", a ministra do Interior, Theresa May, adiantou que o Governo está a trabalhar para fazer frente a um grande movimento de pessoas na Europa caso a zona Euro entre em colapso. 

"Como em qualquer área da governação, é aconselhavel fazer planos de contingência. É um trabalho que estamos a fazer", disse Theresa May. 

Questionada sobre se será possível ao Reino Unido restringir a entrada de imigrantes em caso de emergência económica, a ministra sublinhou:"Teremos planos de contingência". 

As autoridades britânicas estimam que muitos cidadãos comunitários, que têm direito de livre circulação na União Europeia, procurem o Reino Unido para trabalhar perante as dificuldades económicas nos seus países.

A ministra não especificou o tipo de medidas que poderão ser adotadas, adiantando que o Governo "olha com atenção para as tendências da imigração das economias em dificuldade". 

Acrescentou que, de momento, não há sinais que indiquem que se registou um aumento da imigração, mas ressalvou que "é difícil prever como evoluem nas próximas semanas". 

O "Daily Telegraph" adianta que o Governo poderia impôr restições ao trabalho de estrangeiros no Reino Unido através da exigência de visto. 

O jornal estima que se a Grécia for obrigada a abandonar a moeda única europeia, a crise poderá alargar-se a outros países com economias em dificuldades, como Espanha, Irlanda e Portugal. 

O Reino Unido está entre os principais destinos da emigração portuguesa nos últimos anos. 

O investigador português da Universidade de Manchester José Almeida estima que a emigração portuguesa para o Reino Unido está no nível mais elevado das últimos 30 anos. 

Baseando-se no número de inscrições na segurança social, essencial para todos os candidatos a um emprego no Reino Unido, José Almeida estima que desde 2007 tenham chegado anualmente cerca de 12 mil portugueses. 

Nos anos 1990 o número de registos anuais oscilava entre 2.500 e os 4.000, numeros que ultrapassaram os 10 mil/ano a partir de 2002-2003. 

As estatísticas oficiais britânicas apenas contam cerca de 100 mil portugueses a viver no Reino Unido, mas as autoridades portuguesas estimam que a comunidade ultrapasse os 350 mil. 

Fonte: Lusa/Sic Noticias

Grécia pode sair do euro mas moeda única não acabará, diz Cavaco Silva

Vídeo mostra caminhão tombando em curva e quase esmagando carro

Carro escapou por pouco de ser esmagado por caminhão que tombou. (Foto: Reprodução)
Um vídeo publicado na internet mostra um carro escapando por pouco de ser esmagado após um caminhão tombar em uma curva de uma estrada. 

O caminhão ainda desliza pela via até bater com outro veículo, no qual estava o condutor que acabou filmando o acidente, segundo reportagem do jornal inglês "The Sun". 

Fonte: G1


Jovem cientista analisa estrelas para conhecer futuro do Sol

Um cientista português analisou cerca de 500 estrelas do tipo solar a partir das oscilações luminosas captadas pelos telescópios Kepler (EUA) e CoRoT (França), que permitiu descobrir o enquadramento e futuro do Sol.

«Daqui a quatro mil milhões de anos, o Sol vai aumentar de tamanho e de luminosidade de forma catastrófica e vai engolir o Planeta Terra, uma vez que o raio do Sol ultrapassará a actual órbita terrestre», observou Tiago Campante, que vai apresentar a tese de doutoramento 'Asterossismologia: Métodos de Análise de Dados e Interpretação na Era de Missões Espaciais' dia 1 de Junho na Universidade do Porto.

Em entrevista à Lusa no âmbito da apresentação da tese, o investigador da equipa 'Origem e Evolução de Estrelas e Planeta' do Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP), explica que os dados que analisou a partir das duas missões espaciais permitem projectar o percurso evolutivo do Sol e ter um conhecimento detalhado das mudanças estruturais relevantes e dos processos físicos que regem o interior de uma estrela do tipo solar.

«O nosso Sol está a meio da sua vida adulta, a queimar hidrogénio nas camadas mais profundas, mas de futuro vai entrar numa fase de gigante vermelho que irá englobar os planetas com órbitas mais próximas do Sol, como é o caso da Terra», explicou Tiago Campante, acrescentando que a luminosidade solar aumentará de forma «catastrófica».

Tiago Campante refere que o estudo das oscilações do brilho das estrelas, como do Sol, permite conhecer a estrutura interna das estrelas e o percurso evolutivo delas.

O jovem cientista, 31 anos, analisou as oscilações de luz de cerca de 500 estrelas semelhantes ao Sol da Via Láctea captadas pelo telescópio espacial Kepler e uma das conclusões a que chegou é que estrelas variáveis clássicas com uma massa de cerca de duas vezes a massa do Sol podem apresentar oscilações semelhantes àquelas apresentadas pelo Sol, revelando que o mesmo mecanismo de excitação opera em estrelas assim tão distintas.

Para Mário João Monteiro, director do CAUP, este trabalho tem um «enorme interesse científico», porque apresenta a confirmação observacional de que as estrelas variáveis clássicas (com massas superiores ao Sol) também podem apresentar oscilações de pequena amplitude como o nosso Sol.

«Este trabalho marca a abertura de uma nova área de trabalho na asterossismologia de estrelas variáveis, que trará certamente resultados realmente inovadores», considera Mário João Monteiro.

A asterossismologia (ou sismologia estelar) é o ramo das astronomia que estuda as vibrações ou oscilações naturais das estrelas, resultantes da propagação de ondas no interior e à superfície.

Com estes dados das missões espaciais pode enquadrar-se o Sol entre a população das cerca de 500 estrelas e saber como o Sol foi no passado e como será no futuro, acrescenta Tiago Campante.

«Temos um conhecimento genérico bastante bom sobre o Sol, mas há detalhes na física e na evolução da estrutura de uma estrela como o nosso Sol que ainda estão por saber», admitiu o investigador, referindo, no entanto que «a evolução a longo termo não tem impacto na nossa vida, mas que é interessante do ponto de vista científico».

A tese 'Asterossismologia: Métodos de Análise de Dados e Interpretação na Era de Missões Espaciais' é apresentada sexta-feira, dia 1 de Junho, pelas 14h30 no Departamento de Física e Astronomia da Faculdade de Ciência da Universidade do Porto.

Lusa/SOL

Empresa alemã propõe processo de dessalinização de água do mar

Uma empresa alemã apresentou à câmara de Cascais um projecto para o tratamento e reaproveitamento da água do mar para limpeza urbana, rega e combate a incêndios, um projecto cuja viabilidade financeira terá ainda de ser estudada.

Numa nota escrita enviada hoje à agência Lusa, o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, adiantou que o sistema apresentado é «para já, apenas um protótipo, que poderá, num futuro próximo, ser utilizado na limpeza urbana, rega e manutenção de espaços públicos».

No entanto, o autarca frisou que é preciso ainda «efectuar um exaustivo estudo de viabilidade económico-financeira e analisar todas as questões de ordem jurídica e ambiental que envolvem uma operação desta natureza».

«Não escondo que é naturalmente um passo muito importante para a gestão de um recurso cada vez mais escasso, a água doce», concluiu o autarca.

A empresa German Desalination apresentou, no início da semana, o protótipo tecnológico dessalinizador de água do mar, estando o projecto patente na Marina de Cascais.

Fonte: Lusa/SOL

Japão e China desistem do dólar norte-americano em transações comerciais

Japão e China desistem do dólar norte-americano em transações comerciais
As empresas chinesas e nipônicas deixarão de usar já em junho corrente o dólar dos EUA em transações comerciais, dando preferência às suas moedas nacionais, iene e yuan, informam os média locais.

A decisão de Tóquio e Pequim de empreender tal medida foi confirmada pelo primeiro-ministro do Japão, Yoshihiko Noda, e Presidente do Conselho de Estado da RPC, Wen Jiabao, nas conversações decorridas ainda em dezembro de 2011. De notar que o Banco Central do Japão solidarizou-se com a respectiva declaração dos altos governantes.

Fonte: Voz da Rússia

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Habitantes da Terra observarão um desfile de planetas único

Habitantes da Terra observarão um desfile de planetas único
No dia 6 de junho os habitantes da Terra observarão um evento astronômico único: o desfile de planetas com Vênus, Terra e Sol. A próxima vez quando os planetas se alinham igualmente será em 11 de dezembro de 2117.

No céu será visto como no disco solar flutuará uma pequena bola preta - Vênus, que ficará entre o nosso planeta e o sol.

Vale a pena notar que graças ao desfile igual de planetas em 1761, Mikhail Lomonosov previu a existência de uma atmosfera em Vênus.

Fonte: Voz da Rússia

Crise não poupa os holandeses

Crise: Bancos franceses e britânicos aceleram planos de contingência

Banca francesa e britânica intensificou a preparação de planos de contingência para lidar com a eventual saída da Grécia do euro.

A intensificação dos planos dos bancos gauleses, entre eles o Credit Agricole, o BNP Paribas e o Societe Generale, surge depois de fontes de Bruxelas terem avançado no início da semana que um grupo de trabalho do Eurogrupo tinha acordado a preparação individual, da parte dos países do euro, de planos de contingência para enfrentar um possível regresso do dracma.
"Todos os bancos têm um grupo de trabalho que está agora a avaliar as potenciais consequências de um regresso ao dracma", adiantou um banqueiro parisiense à Reuters.

No mesmo sentido, um consultor de bancos franceses avançou que "os bancos estão a fazer planos de contingência em relação a uma saída da Grécia, mas podemos entender porque não o admitem publicamente".

Outro consultor de vários bancos europeus referiu, por seu turno, que os bancos franceses aceleraram a sua preparação para fazer face ao cenário de abandono da Grécia na sequência de solicitações dos reguladores ao longo das duas últimas semanas.

Contactados, BNP Paribas, Societe General e Credit Agricole recusaram comentar. Também o regulador do sistema financeiro francês, ACP, não quis fazer qualquer comentário sobre uma aceleração dos planos de contingência dos bancos do país.

Estas informações contrariam, contudo, algumas fontes de reguladores franceses, segundo as quais uma saída da Grécia permanece uma hipótese de tal forma remota que não há motivo para desenhar planos deste género para já.

O governador do banco central francês Christian Noyer disse na semana passada que os reguladores franceses não estavam a testar activamente os bancos para um cenário de abandono grego, apesar de ter referido que nenhum "ficaria numa situação de dificuldade" nesse cenário.

No final de Dezembro, os bancos franceses tinham uma exposição de 35,4 mil milhões de euros a dívida grega, de acordo com dados preliminares do Banco de Pagamentos Internacional (BPI).

Mas não serão só os bancos franceses a acelerar os planos para a eventual saída da Grécia. Também no Reino Unido, as instituições já se preparam, e até há mais tempo, para essa hipótese. 

"No Reino Unido, o sector financeiro já começou com este tipo de planeamento de contingência há semanas, meses", afirmou Hubert de Vauplane, um sócio do escritório de advocacia Kramer Levin, em Paris. "Creio que existe um maior nível de preparação em Londres do que em Paris. Por razões políticas, os bancos franceses têm estado mais reticentes", acrescentou.

Fonte: Económico

Tensão: Catalunha pede ajuda financeira a Espanha

A Catalunha vai pedir ajuda porque já não tem capacidade para pagar a dívida. Governo espanhol está a analisar pedido "com todo o cuidado".

Continuam a agravar-se as contas públicas das regiões autónomas espanholas. A Catalunha vai pedir ajuda financeira ao governo central porque está a ficar sem opções para refinanciar a dívida desde ano, admitiu hoje o presidente catalão Artur Mas, citado pela Reuters. 

"Não queremos saber como eles o farão, mas nós precisamos de fazer os pagamentos até final do mês. Qualquer economia não pode recuperar se não se pagarem as contas", declarou Mas a um grupo de jornalistas internacionais.

A Catalunha representa um quinto da economia espanhola e tem mais de 13 mil milhões de euros em dívida que terá de refinanciar até final do ano, numa altura em que toda a Espanha vive um situação financeira delicada.

Além da escalada da dívida, também a subida do crédito mal parado na banca do país está a fazer soar os alarmes entre os responsáveis do Governo liderado por Mariano Rajoy. O Bankia está já, de resto, a ser intervencionado pelo Executivo, numa tentativa de estancar os problemas do sistema financeiro espanhol.

No total, as 17 regiões autónomas espanholas têm 36 mil milhões de euros de dívida que terá de refinanciar até final deste ano, tendo sido autorizadas a registar um défice de 15 mil milhões de euros.

"O governo espanhol está a analisar com todo o cuidado" os pedidos dos governos regionais que ajudem a regressar aos mercados financeiros, disse a vice-ministra Soraya Saenz de Santamaria, citada pela Bloomberg. "Estas são mecanismos complexos, que teremos de analisar com todas as dificuldades e complexidades" das regiões autónomas", acrescentou a responsável, após um encontro do executivo.

Fonte: Económico

Crise: Na Grécia mãe e filho atiram-se de prédio de mãos dadas

A crise na Grécia está a levar muitos ao desespero. Ontem, um músico de 60 anos e a sua mãe, de 90 anos, atiraram-se do terraço de um prédio no bairro de Metaxourgeio, em Atenas. Testemunhas dizem que estavam de mãos dadas.

Mãe e filho viviam num apartamento no primeiro andar do edifício. Segundo o El Mundo, o músico estava desempregado e a família enfrentava graves dificuldades económicas.

Na quarta-feira, deixou um pedido de ajuda numa página da Internet para músicos e poetas. Escreveu: "O meu nome é Antonios Perris. Durante 20 anos cuidei da minha mãe de 90 anos, que há três ou quatro ano sofre de Alzheimer e recentemente foi diagnosticada com esquizofrenia e outros problemas. Os lares para idoso não aceitam pacientes com estas doenças. O problema é que eu não estava preparado e não tinha emprego quando começou a crise económica. Apesar de ter propriedades e ter vendido tudo o que consegui, fiquei sem dinheiro e já não tenho dinheiro para comer". "Não me ocorre nenhuma solução", concluía. "Alguém sabe alguma solução?", perguntava no site Stixoi.info.

A depressão é uma das doenças que tem aumentado na Grécia - nos últimos anos os tratamentos psicológicos terão registado um aumento de 40%. Segundo os cálculos da ordem dos médicos e de ONGs, nos últimos anos cerca de 2500 pessoas terão posto fim à sua vida neste país. Mas estes não são dados oficiais. Os últimos números oficiais conhecidos reportam a 2009, quando ocorreram 393 suicídios, o que já representava um aumento de 20% em relação ao ano anterior.

Fonte: DN.PT

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Astrónomo descobriu por cálculo planeta desconhecido do Sistema Solar

Astrónomo descobriu por cálculo planeta desconhecido do Sistema Solar
No confim do Sistema Solar, além do Plutão, encontra-se um planeta 4 vezes maior que a Terra. A esta conclusão chegou o astrónomo brasileiro Rodney Gomes, do Observatório Nacional do Rio de Janeiro, depois de ter estudado os desvios das órbitas dos corpos celestes situados na chamada Faixa Kuiper. O brasileiro está disposto a entregar seus cálculos e análises para fundamentar esta teoria. Esta declaração do astrónomo brasileiro fez estourar toda a Internet.

Na rede, passou a ser divulgado de novo o antigo pesadelo, de acordo com o qual “dentro de 2 anos entrará no Sistema Solar o planeta X, cuja gravitação provocará na Terra horríveis terremotos, erupções vulcânicas e tsunamis. A maioria das pessoas morrerá até 2013”. Segundo uma outra versão, no Sistema Solar entrará a estrela fria Nibiru acompanhada por vários planetas. A situação será ainda pior.

Fonte: Voz da Rússia

Crise: E se a Grécia sair mesmo do Euro?

Se a Grécia saísse do euro, as consequências seriam "catastróficas", consideram analistas contactados pela agência Lusa, acrescentando que isso abriria "um precedente" para que outros países abandonassem a moeda única e que Portugal teria o mesmo destino.

Viriato Soromenho Marques, professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, considera que "infelizmente [a saída da Grécia do euro] é uma possibilidade", mas teria "consequências catastróficas", que são "neste momento incalculáveis".

Tal, prevê, seria "péssimo para Portugal, para Espanha, para Itália e para a Zona euro" e seria sempre "uma saída desordenada": "Uma saída ordenada implica um tempo de negociação que os mercados não vão dar [à Grécia]. A partir do momento em que um país entra em negociações para sair da Zona Euro, o que vai acontecer é uma corrida aos bancos", explicou.

Soromenho Marques prevê que as consequências da saída da Grécia do euro seriam "semelhantes ao que aconteceu na Argentina", no colapso financeiro no final da década de 1990.

Em primeiro lugar, "as pessoas ficam impedidas de ir aos bancos levantar as suas economias". Depois, a transição do euro para o dracma vai demorar, porque "não se consegue criar uma nova moeda com uma varinha mágica", o que significa que "vai haver racionamento".

Também o comércio da Grécia com o resto da Zona Euro "vai ficar interrompido", resume Soromenho Marques. Além disso, teme ainda que se assista a uma situação de "emergência alimentar na Grécia", o que seria "absolutamente dramático". 

Recuperação em seis/oito anos 

Jorge Landeiro Vaz, do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), por seu lado, diz que "a Grécia vai voltar ao dracma, que vai ter uma desvalorização repentina, provavelmente na banda entre os 30 e os 40 por cento" face ao euro, uma flutuação que "tenderá a estabilizar num determinado prazo".

Atenas "continuará a ser apoiada" pela Europa, as importações vão encarecer e as exportações vão ficar mais baratas, acrescenta.

"É uma alteração estrutural da economia, mas julgo que a Grécia pode recuperar facilmente. Teria impactos fortíssimos nas finanças públicas, mas a Grécia pode ter uma recuperação a seis, sete, oito anos", por via do aumento da competitividade, antecipa o economista.

A concretizar-se, a saída da Grécia do euro abre um precedente. Soromenho Marques não tem dúvidas de que isso "vai instalar a desconfiança e instalar, dentro da União Europeia, um regime de soberanos e de súbditos, de Estados de primeira e Estados de segunda", ficando Portugal neste último grupo.

E Portugal? 

"É mais credível que Portugal consiga negociar um segundo pacote de ajuda e se continuarmos com esta política desastrosa com certeza que seremos obrigados a isso, numa situação em que não há perdas anormais do que numa situação em que todos os países perderam milhares de milhões de euros e há uma desconfiança política entre os Estados muito maior", alerta o professor. 

O economista Landeiro Vaz tem uma perspetiva mais pessimista: "Vamos sair do euro para o ano. A Grécia abre um precedente e, ou há um Plano Marshall, um plano especial de apoio à economia portuguesa, ou Portugal tem de sair também", afirmou.

Para o economista, "o plano de resgate que está em curso [em Portugal] conduz à mesma situação da Grécia", é um "plano fatal", mas "não é inevitável" que assim seja, uma vez que pode ser adaptado.

Soromenho Marques também é apologista da via do crescimento, a par da austeridade e espera que até às eleições legislativas na Grécia, a 17 de junho, "os líderes [europeus] tenham capacidade de convencer a senhora Merkel de que é do interesse nacional alemão moderar a política de austeridade, avançar no sentido da mutualização da dívida, do crescimento sustentável e do apoio às empresas". 

Fonte: Visão

Volvo lança o primeiro airbag para peões

Volvo lança o primeiro airbag para peões
O fabricante sueco de automóveis, Volvo, incorporou na nova geração do V40 o primeiro airbag para peões, com o objetivo de reduzir as lesões e acidentes mortais por atropelamento, anunciou a companhia em comunicado.

A Volvo explicou que este sistema de airbag para peões dispõe de sete sensores diferentes, de tecnologia avançada, colocados na parte frontal do veículo. Thomas Broberg, assessor técnico de segurança da Volvo, mostrou-se orgulhoso em poder equipar o V40 com este dispositivo, que permitirá reduzir a gravidade das lesões por atropelamento.

Segundo dados da Volvo, 14% das vítimas mortais em acidentes rodoviários na Europa são peões, número que se situa nos 12% nos Estados Unidos da América.

Fonte: DN.PT



Coreia do Norte preparada para iniciar novos testes nucleares

Coreia do Norte preparada para iniciar novos testes nucleares
Na Coreia do Norte, tudo está preparado para a realização de um teste nuclear subterrâneo, faltando apenas a decisão política, declarou Kim Min Seong, porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul, após uma análise de novas fotografias via satélite do campo de ensaios nucleares norte-coreano.

Há um mês que a Coreia do Norte vem intensificando sua atividade nas instalações destinadas aos testes de armas nucleares.

Por sua vez, Seul alertou para “graves consequências” e novas sanções no caso da Coreia do Norte vir a proceder a um ensaio nuclear.

Fonte: Voz da Rússia

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Reino Unido prepara plano em caso de guerra entre Irã e Israel

Reino Unido prepara plano em caso de guerra entre Irã e Israel
Os ministros britânicos estão desenvolvendo um plano de acção no caso da guerra entre Israel e o Irão no Oriente Médio, anunciou na quarta-feira a BBC.

O Reino Unido está considerando duas opções no caso de um conflito: entrar na guerra ao lado de Israel e seus aliados, entre os quais, provavelmente, podem estar alguns países da OTAN, ou limitar-se ao fornecimento de apoio diplomático ao estado judeu.

Apesar de algumas mudanças positivas nas relações entre a AIEA e os mediadores internacionais com o Irão, Israel e os EUA não excluem a possibilidade de um ataque militar a instalações nucleares iranianas.

Fonte: Voz da Rússia

Encontrada imagem erótica de 37 mil anos de idade

Encontrada imagem erótica de 37 mil anos de idade
Arqueólogos encontraram uma antiquíssima imagem erótica na gruta de Abri Castanet (Sudoeste da França). A idade da imagem pode ser entre 35 e 37 mil anos. É um círculo com um tracinho que, segundo opinam os cientistas, representa as genitálias femininas.

A versão de que no pedaço de pedra, de 1 tonelada e meia de peso, está desenhada a vulva, foi expressa por Randall White, antropòlogo da Universidade de Nova York e um dos autores do estudo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.

Fonte: Voz da Rússia


Novo carregamento de armas russas chega a Venezuela

Novo carregamento de armas russas chega a Venezuela
Um novo lote de armas russas chegará brevemente a Venezuela disse o presidente do país Hugo Chávez. “Sem a ajuda da Rússia nós não teríamos o poder militar que temos agora,” disse ele na terça-feira na televisão estatal.

Se trata de um fornecimento no âmbito do plano de fortalecimento do exército de Venezuela com armas modernas para defender o território nacional, notou o presidente. Ele disse também que estava confiante “do apoio da Rússia e da China em todas as frentes”.

Fonte: Voz da Rússia

Amanhã: Pingo Doce faz promoção de 50% de desconto no peixe

A Jerónimo Martins vai lançar uma nova promoção já amanhã: 50% de desconto no peixe para quem comprar pelos 25 euros noutros produtos.

O Pingo Doce continua a seguir a fórmula vencedora. Durante quatro dias, de quinta-feira a domingo (24 a 27 de Maio) os clientes vão poder beneficiar de um desconto de 50% no peixe, avança hoje o jornal i.

Depois da polémica acção realizada no 1º de Maio, seguiu-se a promoção na carne. Agora, o Pingo Doce vai avançar com uma nova iniciativa no segmento de peixe. A oferta será, mais uma vez, limitada ao stock existente e a 10 quilogramas por cliente.

Recorde-se que a promoção do Pingo Doce na carne desencadeou respostas por parte do Minipreço, do E.Leclerc e até de um grupo de talhos que também decidiram oferecer 50% de desconto.

Fonte: Económico

terça-feira, 22 de maio de 2012

Meteu filho numa máquina de lavar por brincadeira

Um pai meteu o filho, de cerca de dois anos, numa máquina de lavar. Uma brincadeira quase fatal para a criança, que passou 70 segundos às voltas no tambor, até o gerente do espaço conseguiu parar a máquina. 

Uma simples passagem por uma lavandaria nos EUA quase terminava em tragédia. Enquanto a mãe separava as roupas, o pai brincava com o filho. Para o assustar, meteu a criança numa máquina de lavar e fechou a porta.


Desconhecia que, ao fechar a porta, a máquina arrancava automaticamente. Desesperados, o pai, primeiro, e a mãe, depois, tentaram forçar a porta; sem sucesso, até que foram a correr chamar o supervisor, que conseguiu desligar a máquina.

Desesperados, os pais tiveram de esperar, ainda, mais alguns angustiantes segundos até que a máquina pudesse ser aberta. Assim que tomou a criança nos braços, o pai saiu a correr da lavandaria.

A criança, segundo a informação no vídeo colocado no Youtube, sofreu apenas alguns ferimentos ligeiros.

Fonte: Jornal de Notícias

Portugal vai ter de adotar mais medidas de austeridade

O Governo português vai ter de adotar novas medidas de austeridade para cumprir as suas metas orçamentais, prevê a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) num documento hoje publicado. 

Num capítulo do seu “Outlook” dedicado à economia portuguesa, a OCDE refere que Portugal fez uma “grande consolidação orçamental em 2011”, que será “ainda maior” este ano, e aconselha o Governo a continuar a seguir o programa da 'troika'.

No entanto, a OCDE prevê que o PIB de Portugal vá encolher 3,2 por cento este ano e voltar a cair 0,9 por cento em 2013. Ambos os números são bastante mais pessimistas que as previsões do Governo.

Caso as projeções da OCDE se concretizem, os défices orçamentais ascenderiam a 4,6 por cento do PIB este ano e 3,5 por cento no próximo, acima das metas oficiais (4,5 por cento e 3 por cento).

"Neste cenário, cumprir as metas oficiais (...) vai exigir medidas de consolidação orçamental para lá das previstas no programa" da 'troika', lê-se no documento.

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, rejeitou repetidamente que o Governo tenha de adotar este ano novas medidas de consolidação orçamental.

Para o conjunto da zona euro, a OCDE prevê que a economia encolha 0,1 por cento este ano, crescendo apenas 0,9 por cento em 2013.

Fonte: Lusa

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Cientistas portugueses descobrem porque falha o coração

A diminuição ou falta de comunicação entre células que altera o batimento do coração deve-se a um mecanismo agora descoberto por portugueses.

Uma equipa de investigadores de Coimbra identificou um novo mecanismo responsável por falhas de comunicação entre células do coração que pode estar na origem das doenças cardíacas, foi hoje anunciado.

A investigação, liderada pelo bioquímico Henrique Girão e publicada na revista "Molecular Biology of the Cell", permitiu descobrir um mecanismo que leva à diminuição ou falta de comunicação entre as células, desregulando o normal batimento cardíaco.

Esse desregular do batimento cardíaco acaba por ter implicações importantes no desenvolvimento de doenças, como a coronária, insuficiência cardíaca, arritmias e enfarte.

Os estudos realizados demonstram que a "ubiquitina assume o papel principal na degradação da conexina43 (Cx43), a proteína que assegura a comunicação rápida e eficaz entre a maioria das células, contribuindo para o normal funcionamento de órgãos e tecidos", refere uma nota hoje divulgada pela Universidade de Coimbra.

"Trata-se de proteínas muito importantes no coração, são como que canais que permitem a comunicação eficiente entre as diferentes células do coração, o que é importante para que ele bata de forma regulada e controlada", disse à Lusa o investigador.

No caso do coração, os canais de comunicação intercelular "asseguram a propagação rápida de um sinal que está na origem do batimento", ou seja, as alterações nessa comunicação, mediada pela Cx43, poderão estar na origem de doenças cardíacas.

No fundo, o que os investigadores da Universidade de Coimbra identificaram foi "o mecanismo responsável pela remoção da Cx43 da membrana das células, e posterior eliminação, resultando numa diminuição, ou ausência, da comunicação entre as células".

Segundo Henrique Girão, a grande novidade do estudo foi "demonstrar que uma via de degradação denominada autofagia participa na degradação da conexina43 presente na membrana plasmática das células, e que a ubiquitina tem um papel regulador neste processo".

Os resultados alcançados "podem ter um impacto grande" ao nível do tratamento, porque - explicou o investigador à Lusa -, uma vez identificado o mecanismo responsável pela desregulação da comunicação intercelular, "se inibirmos a autofagia talvez o tal coração em isquemia consiga prevenir algumas das alterações que seriam nocivas" para o órgão.

Nesse sentido, "abre-se caminho para o desenvolvimento futuro de novas abordagens terapêuticas que previnam ou impeçam a eliminação destes canais de Conexina43" e, deste modo, assegurem uma correta comunicação entre as células, disse.

O estudo foi realizado recorrendo a células em cultura e irá agora prosseguir em ratos sujeitos a isquemia cardíaca, de forma a avaliar o impacto da descoberta.

O objetivo é também perceber como é que as alterações da comunicação intercelular contribuem para o aparecimento de outras doenças, como o cancro e a diabetes, afirma o investigador do Instituto Biomédico de Investigação de Luz e Imagem.

O estudo conta com a colaboração de cardiologistas do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, de uma investigadora da Universidade de Einstein, Nova Iorque, e de um grupo de cientistas da Universidade de Dundee, na Escócia.

Fonte: Jornal Expresso

domingo, 20 de maio de 2012

Bola de fogo aparece no céu do Peru


Novo anúncio da NIKE, junta Cristiano Ronaldo e Naymar

Pelo menos cinco mortos em consequência do sismo a norte de Itália

As equipas italianas de socorro revelaram hoje pelo menos cinco mortos em consequência do sismo de 5,9 graus de magnitude que atingiu o norte do país durante a madrugada. 

De acordo com os últimos dados revelados pelas equipas de socorro, as vítimas mortais estavam a trabalhar em fábricas da região norte do país, mas não foi explicada a causa da morte dos trabalhadores. 

O sismo de 5,9 graus de magnitude na escala de Richter ocorreu a 36 quilómetros de Bolonha, capital da região de Emília-Romana, às 02:03 GMT (03:03 em Lisboa), foi registado a uma profundidade de 10,1 quilómetros e precedido de outros dois abalos, um de magnitude 4,1 e outro de magnitude 2,2 registados num espaço de meia hora entre as 00:13 e 00:43 em Lisboa.

Durante o abalo, que se terá prolongado por 20 segundos, centenas de pessoas fugiram para a rua em pânico devido ao tremor de terra. 

Fonte: Lusa

sábado, 19 de maio de 2012

Borba: Escudo regressa às lojas

Durante o fim-de-semana 13 lojas deste concelho vão aceitar as velhas notas de escudo como meio de pagamento.

«Há ainda aí muita gente com escudos» diz Francisco Ferrão, gerente de uma cervejaria no centro de Borba. «Um senhor que teve de trazer o pai, que já é velhote, para a sua casa, contou aqui, que nas arrumações descobriu 50 contos num casaco dele».

A convição de que «os escudos andam por aí» é tal que Francisco Ferrão decidiu abrir a sua cervejaria no habitual dia de descanso, o domingo. Mas até ao início da tarde deste sábado ainda não tinha visto «a cor» das velhas notas. «Já várias pessoas me disseram 'tenho lá as notas e tenho das trazer para trocarmos' mas até agora ainda não apareceram».

Do mesmo se queixa Luís Lopes. «Eu acho que é uma boa iniciativa para divulgação, mas não apareceu ninguém para trocar as notas». Este empregado de comércio continua a fazer as contas e a etiquetar todos os produtos na moeda europeia. «Nós fazemos tudo normalmente. Se aparecer alguém fazemos a conversão».

Há 17 anos a trabalhar no negócio do pai, Luís Lopes partilha da convicção de que ainda há muitas notas de escudo por trocar. «Há os que não se querem desfazer deles» ironiza, «mas outros querem ficar com uma recordação». Afinal ainda há muita gente que faz as contas em escudos «especialmente os mais velhos», mas mais novos «nem sabem o que é» diz Luís Lopes.

Promovida pela Câmara Municipal, a «Iniciativa escudo» decorre durante todo o fim-de-semana em Borba. As notas aceites vão dos 100 aos 10 mil escudos, sendo posteriormente trocadas na agência do Banco de Portugal, em Évora.

Fonte: Sapo

Aviões de África para o Alentejo carregados de heroína e cocaína

Redes de tráfico chefiadas por espanhóis estão a utilizar aviões para transporte de droga, principalmente heroína e cocaína, desde o Norte de África até pistas improvisadas e clandestinas no Alentejo é esta, pelo menos, a convicção da Guarda Nacional Republicana. 

A GNR e a Força Aérea, segundo fontes policiais e militares, já começaram a fazer o levantamento das pistas de terra batida onde é possível aterrar no Alentejo. "Muitas dessas pistas são caminhos abertos no interior de herdades", diz um oficial da GNR que pede para não ser identificado.

A técnica destes pilotos experimentados eaventureiros é conhecida: descolam de Marrocos, voam sobre o mar a baixa altitude e, chegados à costa do Algarve, metem-se pelos vales do Guadiana a escassos 20 metros acima da copa das árvores.

O voo a reduzida altura sobre o mar permite-lhes escapar à vigilância espanhola. Já no espaço aéreo português, fintam os olhos da Força Aérea colados ao radar instalado na Fóia, no alto da serra de Monchique: continuam a voar baixinho, mas agora sobre o Guadiana e com redobrada atenção. As elevações do terreno constituem, ao mesmo tempo, um perigo traiçoeiro e um aliado inestimável. Um erro de pilotagem será fatal, mas os montes e vales ajudam a mantê-los escondidos da curiosidade do radar.

Nem todos conseguem passar despercebidos. De vez em quando, surge um sinal no radar - um pontinho luminoso intermitente a deslocar-se devagar. Os controladores de serviço nos postos de radar da Força Aérea sabem quando se trata de um voo à margem da lei. Tentam contactar o piloto por rádio, mas não obtêm resposta. Se o sinal da presença de um avião desconhecido se mantiver no radar é accionada a parelha de caças F16 de alerta na Base de Monte Real, nos arredores de Leiria.

Em Novembro de 2010, em plena Cimeira da NATO, em Lisboa, um F16 interceptou um desses aviões da droga e obrigou-o a aterrar no Aeródromo de Vila Real de Santo António. Mas, na maior parte das vezes, o sinal surge por um breve momento e não mais volta a aparecer. Os pilotos dos F16 nem sequer são incomodados.

Os aviões utilizados no tráfico são monomotores modificados: têm motores mais potentes que lhes permitem descolar com mais peso e tanques suplementares de combustível para uma maior autonomia. "Cada aparelho, apenas com um piloto, pode carregar em segurança 500 quilos de heroína ou cocaína", garante ao CM fonte policial.

A viagem compensa o risco. Meia tonelada de heroína ou cocaína vale na rua cerca de 250 mil euros. O transportador - o piloto, que na maior parte das vezes é o dono do avião, cobra pelo menos 10 ou 15 por cento. Cada voo clandestino entre Marrocos e o Alentejo rende-lhe entre 25 e 37 500 euros.

Há planos para a instalação de radares móveis ao longo das rotas de intrusão pelo Guadiana - radares que permitam seguir de perto qualquer avião não identificado e apanhá-lo. Até lá, vão continuar a voar entre Marrocos e o Alentejo sem grandes transtornos.

Fonte: Correio da Manhã

Teste dos Filmes: Que filme tem mais haver consigo? Faça o Teste


Porco vai ser precursor oficial da Euro-2012

Porco vai ser precursor oficial da Euro-2012
A zona oficial de torcedores do campeonato da Europa de futebol começará a funcionar a partir de 7 de junho na rua Kreschatik, em Kiev, informa o serviço de imprensa da prefeitura da capital ucraniana.

Os torcedores poderão assistir aos jogos graças a uma tela de 150 metros quadrados, e também a seis telas adicionais, que cercam a zona.

Cada dia vão ser organizados na zona de torcedores eventos culturais e de diversão. Até vai haver um porco precursor de resultados dos jogos.

Fonte: Voz da Rússia

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Bruxelas admite "plano de contingência para a saída da Grécia do euro"

É a primeira vez que Bruxelas admite que existem planos de emergência para a saída da Grécia do euro.

O comissário europeu do Comércio admitiu, em entrevista a um jornal belga, que a Comissão Europeia e o BCE estão a preparar um plano de contingência para o caso da Grécia deixar a moeda única.

Em declarações ao jornal De Staandard, Karel de Gutch assegurou que ambas as instituições "estão a trabalhar em cenários de emergência caso a Grécia" saia da Zona euro, para evitar os efeitos de um possível contágio a outros países da região.

"Hoje há, no interior do Banco Central Europeu e da Comissão Europeia, serviços que estão a trabalhar em cenários de emergência caso a Grécia saia do euro", afirmou.

Segundo De Gutch, "até ano e meio, poderia haver risco de um efeito dominó", mas agora, e com estes planos poderá ser evitado este contágio.

Esta é a primeira vez que um membro do executivo comunitário reconhece abertamente que existem planos para evitar uma ruptura total dos 17 países do bloco, caso o país helénico force uma saída.

‘Troika' avalia riscos para Portugal

As autoridades internacionais chegam a Lisboa na próxima semana para a quarta revisão do memorando de entendimento com o Governo português. Com os rumores de que a Grécia poderá abandonar a moeda única a subirem de tom, o Diário Económico sabe que a análise dos riscos da saída da Grécia do euro vai estar na agenda das reuniões. Embora o centro de decisão sobre qualquer plano de contingência esteja em Bruxelas, conforme esclareceu fonte da Comissão em Portugal, os riscos não serão ignorados pela ‘troika' e serão pensadas medidas sobre o que fazer caso o cenário mais negativo se concretize.

Recorde-se que o risco de Atenas regressar ao ‘dracma' subiu drasticamente nas últimas semanas, depois de nenhum partido político ter conseguido formar governo na Grécia, após as eleições de 6 de Maio. Os gregos vão agora voltar às urnas em 17 de Junho, mês em que o Estado helénico poderá ficar sem dinheiro, a ‘troika' recusa continuar a financiar o país enquanto não houver um governo que garanta a continuidade do programa de ajustamento.

Fonte: Económico



HP vai despedir 30.000 trabalhadores

A HP deverá despedir "30.000 ou mais" funcionários na próxima semana, avança o New York Times, citando informações reveladas por altos cargos da fabricante norte-americana. Os responsáveis afirmam que, em última análise, poderá ser dispensada até 10% da força de trabalho da empresa.

A medida enquadra-se na estratégia de redução de custos da nova CEO, Meg Whitman, explicaram. O objetivo passa por investir no aumento da eficiência dos departamentos de vendas da empresa e na criação de novos produtos o dinheiro que vai poupar com a redução de custos com o pessoal.

De acordo com os executivos - que prestaram declarações sob anonimato por não estarem autorizados a falar em nome da companhia, a HP vai tentar negociar demissões e reformas em todas as áreas da companhia, e os cortes podem atingir até 10% dos 324.000 funcionários com que a fabricante conta atualmente.

A diretora executiva nomeada em setembro "está a tentar construir uma nova companhia", afirmou um dos executivos citados pelo jornal, e esta medida deve ser encarada como parte de um plano, que deverá ser publicamente anunciado na próxima quarta-feira, quando a fabricante apresentar os resultados do segundo trimestre fiscal deste ano.

Segundo o NYT é pouco provável que as mudanças passem pelo abandono de algumas das principais áreas de negócio da companhia, uma vez que a CEO da companhia defende que as diversas áreas e negócio da HP lhe permitem beneficiar de economias de escala. Planeia, porém, reorganizar a forma como são canalizados os recursos da companhia, como já tinha dado a entender quando detalhou a nova estratégia da empresa, em novembro.

Fonte: Sapo Notícias