segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Roménia: Adepto invade campo e dá soco em jogador

Adepto invade campo e dá soco em jogador
O incidente aconteceu no fim-de-semana, durante o jogo que opôs o Steaua de Bucareste ao Petrolul Ploiesti.

O jogo entre as duas equipas tinha reiniciado há alguns minutos após o intervalo (o Steaua vencia por 1-0 e preparava-se para marcar uma grande penalidade)), quando de repente um adepto do Petrolul conseguiu escapar aos stewards presentes no estádio e dirigiu-se a um jogador do Steaua. O defesa George Galamaz estava de costas e foi atingido violentamente com um soco na cara.

De imediato, os jogadores do Steaua de Bucareste imobilizaram o agressor com pontapés e socos. Segundos mais tarde, o adepto foi detido.


Fonte: DN.PT

Euro/Crise: "O plano de resgate europeu está a desmoronar-se"

Paul Krugman, economista e Nobel da Economia de 2008.
O economista Paul Krugman afirmou hoje que a subida das taxas de juros da dívida soberana italiana demonstra que o plano de resgate europeu está a "desmoronar-se mais depressa" do ele que pensava.

Num texto publicado no seu blogue e intitulado "Mamma Mia", o Nobel da Economia de 2008 apresenta um gráfico que ilustra a subida dos títulos de dívida soberana italiana a 10 anos.

"O plano de resgate europeu está a desmoronar-se mais depressa do que eu pensava", começa por afirmar o economista.

Krugman refere que "se a dívida italiana tiver de ser refinanciada a uma taxa acima de seis por cento, isso tornará necessário um aumento do excedente orçamental primário (excluindo juros) para estabilizar o seu valor e essa diferença pode, muito plausivelmente, fazer a diferença entre pagar as dívidas ou entrar em incumprimento".

O economista afirma ainda que ou o Banco Central Europeu (BCE) faz "grandes compras" no mercado secundário de dívida, ou o euro torna-se um "crostini", numa alusão às tostas italianas.

Fonte: DN.PT

Crise: Governo incentiva jovens desempregados a emigrar

O jovem desempregado em vez de ficar na "zona de conforto" deve emigrar, disse o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.

"Se estamos no desemprego, temos de sair da zona de conforto e ir para além das nossas fronteiras", disse o governante, que falava para uma plateia de representantes da comunidade portuguesa em São Paulo e jovens luso-brasileiros.

Segundo o mesmo responsável, o país não pode olhar a emigração apenas com a visão negativista da "fuga de cérebros".

Para Miguel Mestre, se o jovem optar por permanecer no país que escolheu para emigrar, poderá "dignificar o nome de Portugal e levar know how daquilo que Portugal sabe fazer bem".

Caso a opção seja por, no futuro, voltar a Portugal, esse emigrante "regressará depois de conhecer as boas práticas" do outro país e poderá "replicar o que viu" no sentido de "dinamizar, inovar e empreender".

Com o intuito de capacitar o jovem português e aumentar os laços com outros países, o responsável diz que o governo português pretende incentivar também os intercâmbios estudantis e os estágios no estrangeiro.

A presença do jovem no estrangeiro será um dos temas abordados do Livro Branco da Juventude, que deverá ser lançado a 02 de Novembro, disse.

Miguel Mestre falou à Agência Lusa no seminário "Luso-brasilidade: Reflexões e Actualidade", iniciativa piloto para aproximar o governo das comunidades portuguesas em outros países.

Presentes no seminário estiveram também o secretário de Estado das Comunidades, José Cesário, o secretário de Estado Adjunto da Economia e do Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques, e o secretário de Estado Adjunto dos Assuntos Parlamentares, Feliciano Barreiras Duarte.

Fonte: Económico

Plano Nacional Barragens

domingo, 30 de outubro de 2011

Lavar os alimentos remove todos os agrotóxicos?


Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), a lavagem dos alimentos apenas contribui para a que uma parte dos agrotóxicos seja retirada, mas não resolve o problema por completo.

A explicação está nos tipos de ação. Os chamados sistêmicos são absorvidos e circulam pelos tecidos vegetais – dessa forma, a distribuição é uniforme e o tempo de ação é maior. De acordo com a Empraba, a movimentação do produto dentro das plantas “permite agir em locais dificilmente alcançáveis pelos produtos de contato”. Este é o segundo tipo, quando o agrotóxico age externamente, por contato mesmo. Ainda assim, alguns podem entrar nos alimentos por meio de porosidades.

Uma boa lavagem remove parte dos resíduos que estão na superfície. Mas os que foram absorvidos continuam lá e são ingeridos junto com o morango, a maça, a cenoura, a beringela…

O que pode ser feito?

- Escolha alimentos certificados, cujos produtores se comprometam com boas práticas agrícolas;

- Procure saber a origem das verduras e frutas que você compra no supermercado;

- Quando possível, dê preferência às opções orgânicas, que não usam agrotóxicos, e escolha produtos “da época”, que não precisaram ser conservados por tanto tempo;

- Mesmo que o resultado não seja 100%, lave bem os alimentos. De acordo com a Anvisa, não é comprovado que o uso de água sanitária na lavagem remove resíduos de agrotóxicos. A finalidade é matar agentes microbiológicos que podem estar presentes no alimento (essa higienização deve ser na proporção de uma colher de sopa de água sanitária para um litro de água)

Fonte: Super Interessante

Pesquisadores do MIT descobrem maneira de ver através de paredes de concreto

A ciência quer transformar soldados normais em supersoldados. As pesquisas científicas que tentam criar armas e equipamentos mais sofisticados para o uso militar estão cada vez mais avançadas. A última novidade é um estudo de um time de cientistas que quer dar superpoderes aos soldados. O pessoal do Lincoln Lab (um laboratório que faz parte do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT)) acaba de inventar um jeito de enxergar através de paredes de concreto.

A criação é um tipo de radar com amplificador que mostra em tempo real o que acontece por detrás de paredes sólidas de concreto. Mais de 99% do sinal é perdido na ida e mais 99% do que sobrou também é perdido na volta. Mas o restinho que sobrevive é suficiente para saber se tem alguém do lado de lá ou não. É quase nada comparado à visão de raio-X do Superman. Mas é um grande passo.

Quanto mais longe do muro a pessoa estiver, mais difícil será localizá-la. Ainda que os resultados exijam uma boa melhoria na tecnologia do radar, as manchas vermelhas se movendo na tela já ajudam a eliminar o elemento surpresa do ataque do inimigo.

Ficou interessado no funcionamento mais técnico da coisa? Assista ao video explicativo abaixo (em inglês). Já deixamos avisado: é meio complicado para os leigos.


Fonte: Revista Galileu

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Homem ataca as pessoas depois de ter sido modido por um cão

O lisboeta, o alentejano e os 7 pecados capitais...

Um Lisboeta, trabalhando no duro, suado, fato e gravata, vê um Alentejano deitado numa rede, na maior folga. O Lisboeta não resiste e diz:

- Você sabia que a preguiça é um dos sete pecados capitais?!


E o Alentejano, sem se mexer, responde:


- A inveja também!

Iva a 23%, e o salário mínimo?

Imagens engraçadas - IVA A 23% E O SALÁRIO MÍNIMO

Aspirina pode evitar mais de metade dos casos de cancro hereditário

Estudos indicam que a aspirina previne várias doenças
A investigação publicada hoje na reconhecida revista médica The Lancet conclui que duas aspirinas diárias reduziram em 63 por cento a incidência de cancro intestinal na amostra analisada.

O estudo conduzido pelo professor John Burn, da Universidade de Newcastle, e que envolveu cientistas e médicos de 43 instituições de 16 países, decorreu durante uma década e estudou 867 pacientes.

A investigação centrou-se em pessoas com o síndrome de Lynch, uma doença que aumenta a propensão ao desenvolvimento de cancro - sobretudo do intestino e cólon-retal - porque destrói os genes que detetam e reparam danos no ADN.

Já vários especialistas tinham defendido que a aspirina tinha propriedades na luta contra o cancro e na prevenção de ataques cardíacos.

Aspirina também eficaz na luta contra o cancro da próstata

Um outro estudo da Escola Médica da Universidade do Sudoeste do Texa, revelado há um ano durante um colóquio da Sociedade Americana de Oncologia, provou que a aspirina pode, igualmente, reduzir o risco de morte em casos de tumor na próstata.

Os investigadores confirmaram que a aspirina evita que o tumor se alastre ou dê origem a metástases.

De acordo com o estudo, o risco de morte pela doença cai de 10 por para 4 por cento em 10 anos, caso os pacientes tomem o anticoagulante.

Fonte: Sapo.pt

Hackers Chineses, tentaram controlar satélites norte-americanos

Um relatório que está prestes a ser divulgado nos EUA revela que foram registadas tentativas de controlar satélites de organismos governamentais por hackers em pelo menos em quatro ocasiões diferentes.

A informação surge num relatório, que deverá ser apresentado em Novembro no Congresso dos EUA, citado pela agência Bloomberg.

De acordo com o estudo as interferências ocorreram em quatro ocasiões em 2007 e 2008 e afectaram satélites utilizados para monitorizar o planeta Terra.

Nos quatro casos os hackers terão conseguido «efectuar todos os passos necessários para comandar os satélites» pertencentes à NASA e à US Geological Survey, durante períodos que duraram entre dois e 12 minutos, mas não o fizeram, refere o documento.

Segundo os autores do estudo «este tipo de interferências apresenta inúmeras ameaças potenciais, particularmente se forem lançadas contra satélites com funções mais sensíveis»,realçando que «aceder aos controlos de um satélite pode permitir a um atacante avariar ou destruir o satélite», assim como alterar ou manipular a informação enviada para a Terra, alertam.

Apesar de não referir quem poderá ter estado por detrás destes ataques, o relatório indica que este tipo de tácticas é semelhante ao que tem ocorrido recentemente e cujas provas apontam para a China.

Fonte: Sol

População: Um em 7 mil milhões

Em 1908 éramos mil milhões. Hoje somos 7 mil milhões de habitantes na Terra. E vamos ser ainda mais. Mas como é que é um em 7 mil milhões?

Príncipe Carlos afirma que é parente de Drácula


O príncipe Carlos, herdeiro do trono britânico, declarou na televisão que é parente do terrível Vlad, o Empalador, também conhecido como Conde Drácula.

Segundo Carlos, a genealogia de sua família mostra que os Windsor descendem de Vlad, um implacável senhor da guerra na Roménia do século XV, que mais tarde se tornou lenda e ganhou o nome de Drácula.

Reza a história que Vlad, um independentista que combateu a expansão Otomana no continente europeu, se tornou famoso por ter morto 100 guerreiros turcos numa única batalha. Mais ainda: o Conde empalava as vítimas e deixava-as bem à vista de toda a gente nas suas terras, para servir de exemplo a outros inimigos. E diz-se, finalmente, que o seu petisco preferido era pão molhado no sangue dos invasores.

“Drácula”, que significa “filho do diabo” em romeno, inspirou o romance com o mesmo nome, escrito por Bram Stoker, em 1897.

Séculos depois, a surpreendente declaração de Carlos só não espanta os observadores mais atentos, porque o herdeiro do trono britânico está empenhadíssimo em divulgar o seu projecto de preservação dos bosques da Transilvânia, onde Vlad viveu e o príncipe tem uma casa.

Fonte: Sapo.PT

Hacker exige resgate para devolver conta de email roubada a jornalista

Depois de ter roubado a conta de email a uma jornalista britânica, um hacker pediu-lhe um resgate para devolver o acesso ao seu email. Confrontado pela própria, alegou que «não teve escolha» e que é melhor assim do que roubá-la na rua.

Quando os cinco mil contactos do email de Rowena Davis receberam uma mensagem da própria dizendo que tinha sido roubada em Madrid e que precisava urgentemente de dinheiro, houve duas atitudes diferentes entre os seus amigos e conhecidos. Uns, mais experientes, desconfiaram e trocaram mensagens avisando que se tratava de um embuste, enquanto outros ligaram para saber como lhe fazer chegar o dinheiro.

Depois deste episódio, a jornalista abriu uma conta nova e entrou em contacto com o hacker. Enviou uma mensagem para o seu próprio email pedindo à pessoa que tinha alterado a sua password que lhe devolvesse os contactos, preciosos por motivos de trabalho.

Dez minutos depois chegou a resposta, do outro lado da rede, alguém lhe dizia: «devolvo-lhe os seus contactos em troca de 500 libras (cerca de 200 euros).

Não estando disposta a pagar para reaver o seu email, a jornalista entrou em contacto com a Google, dona do Gmail. Explica que entrou em contacto com o escritório da Google, que lhe desligou a ligação duas vezes e que se recusou a resolver-lhe o problema, mesmo quando revelou ser jornalista e ameaçou que escreveria sobre o facto.

O caso seria resolvido através de um amigo que, trabalhando na Google, rapidamente conseguiu mudar a password e reaver o acesso, avança a BBC.

Depois de conseguir voltar a usar o seu email, Davis recebeu uma mensagem do hacker: «Vejo que conseguiu acessar novamente a sua conta. Desculpe o incómodo».

Fonte: SOL

Espanha: Pararam o trânsito para bater num condutor

Uma manobra perigosa deu origem a uma cena de pancadaria numa auto-estrada na região de Madrid. Um grupo de oito pessoas, em dois carros, bloquearam o veículo da vítima após uma perseguição de alguns quilómetros. Cinco pessoas, alegadamente envolvidas na agressão, estão sob custódia da polícia espanhola.

Veja o vídeo.


Tudo terá começado quando o veículo que viria a ser bloqueado, onde viajavam três pessoas, fez uma manobra considerada perigosa pelos ocupantes dos outros dois veículos.

Estes dois veículos iniciaram uma perseguição ao alegado infractor e no túnel da estrada M-30, em Espanha, bloquearam a passagem ao carro. O condutor ainda tentou fugir, mas sem sucesso.

Oito pessoas desceram dos dois carros e depois de partirem o vidro do veículo, distribuíram murros e pontapés aos seus passageiros, tendo um deles sido atingido com uma arma branca na zona dos rins.

A Polícia Nacional espanhola deteve cinco indivíduos, dois dos quais menores, que estarão envolvidos na agressão, seguida de roubos, dos três passageiros.

As câmaras de segurança do túnel captaram as imagens da agressão, que aconteceu a 18 de Setembro, pelas 20.30 horas, e permitiram às autoridades chegar até cinco pessoas que poderão estar envolvidas nas agressões, sendo que outros três continuam fugidos da polícia.

Fonte: Jornal de Notícias

Uma guerra EUA-China é inevitável no século XXI?

O livro "Da China", escrito pelo antigo Secretário de Estado norte-americano, Henry Kissinger, revela segredos da diplomacia da Guerra Fria e põe em causa a teoria prevalecente entre inúmeros analistas políticos de que durante este século nada pode evitar uma guerra entre a emergente e cada vez mais pujante República Popular da China e a, ainda, maior potência do mundo, os Estados Unidos da America.

Este é o tema principal do próximo Quociente de Inteligência, o caderno cultural do Diário de Notícias, que através de um trabalho do jornalista Luís Naves analisa o livro do homem que pôs Richard Nixon e Mao Tse Tung à mesa de negociações.

Se quiser conhecer outros temas da próxima edição do Quociente de Inteligência, exclusivos da edição impressa e do e-paper de sábado do Diário de Notícias, veja e oiça o video.

Aproveite para debater na caixa de comentários desta notícia, com outros leitores do DN, o tema que destacámos em título.

Fonte: DN.PT

Chinesa não corta o cabelo há 15 anos

O jornal online chinês People.com.cn mostra a foto da jovem

O cabelo de Liu Chun já mede 2,30 metros, mas está longe de ser o recorde do Guinness, que é de 5,60 metros.

A chinesa Liu Chun, que mora em Nanchong, província de Sichuan, na China, não corta o cabelo há 15 anos, desde o dia em que nasceu o seu primeiro filho.

A cabeleira já mede 2,30 metros, mas Liu ainda terá de esperar mais alguns anos para entrar no livro dos recordes. É que no Guinness ainda consta o nome de outra chinesa, Xie Qiuping, que na última contabilidade tinha um cabelo com 5,627 metros.

Fonte: DN.PT

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Eça escreveu sobre os dias de hoje. Já lá vão mais de 100 anos

Conhecido pelo realismo da palavra, Eça de Queirós versou sobre um país só comparável à Grécia, nas "Farpas" de 1872. Mais de 100 anos depois, a Renascença encontrou "queirosianos" num espaço que o próprio escritor frequentou e foi tentar perceber, com Eça como mote, o que mudou em Portugal.

Há um "cliché" que versa sobre as palavras e que diz que "há frases sempre actuais". Quando se espreita as páginas escritas por Eça de Queirós há mais de 100 anos, percebe-se que a actualidade é um tempo que se estende por vários séculos.

"Nós estamos num estado comparável somente à Grécia: mesma pobreza, mesma indignidade política, mesma trapalhada económica, mesmo abaixamento dos caracteres, mesma decadência de espírito", escreveu Eça nas "Farpas", em 1872. Fora do contexto, até pode parecer que foi pensado para os dias de hoje.

“Se lermos o Eça neste momento, verificamos que algumas páginas parecem completamente actuais. Uma crítica muito grande às elites e à sua debilidade, uma incapacidade total de sermos respeitados internacionalmente, um desprestígio internacional que só perde para a Grécia", diz à Renascença o advogado Pedro Rebelo de Sousa, que frequenta regularmente jantares "queirosianos" no Grémio Literário de Lisboa. Curiosamente, o mesmo Grémio que Eça costumava frequentar. 

Além da ponte que estabeleceu com a Grécia, que é mais actual que nunca, Eça também escreveu sobre o receio de uma crise perene. “De sorte que esta crise me parece a pior - e sem cura”, lê-se numa correspondência do escritor, datada de 1891. 

O actual embaixador de Portugal em Paris, que também frequenta os encontros no Grémio, não tem dúvidas. “Há muitas coisas que ele dizia da sociedade portuguesa do seu tempo que aplicaria à sociedade hoje”, refere Francisco Seixas da Costa. 

“O Eça era um homem hipercrítico em relação a Portugal e esse hipercriticismo traduzia muito do que era o seu amor a um certo Portugal”, prossegue o embaixador. “O Portugal em crise era um pouco um Portugal que ele sofria...Se fosse vivo hoje, Eça teria alguns adjectivos que ficariam famosos na nossa imprensa”, observa o Francisco Seixas da Costa.

O elemento trágico
Portugal mudou significativamente desde que Eça esreveu "As Farpas"? O embaixador de Portugal em Paris divide o seu raciocínio em duas metades: há elemento trágico e um vislumbre optimista. 

“O Eça nasceu há 165 anos e Portugal é um país que manifestamente, em nível de vida, melhorou bastante”, começa por dizer Francisco Seixas da Costa. “Acontece que Portugal ainda não se libertou de um elemento que é quase endémico nos seus ciclos - a emigração”, constata o embaixador. 

“A emigração é um elemento trágico para um país”, acrescenta Francisco Seixas da Costa. “É a prova provada de que um país não conseguiu encontrar para os seus cidadãos soluções de vida dentro da sociedade”, argumenta. 

Continuar a ser Portugal
Homem dos dias de hoje, o escritor Miguel Sousa Tavares cruzou-se com aRenascença no encontro do Grémio. Quando recorda o que Eça escreveu sobre a sociedade portuguesa de hoje, conclui que afinal parece que não se estava assim tão mal.

“O Eça seria talvez mais cáustico do que nós ainda somos e isto é um factor de optimismo - para Eça, Portugal há 100 anos não tinha futuro e nós ainda aqui estamos. Portanto, talvez continuemos”, diz Miguel Sousa Tavares.

Para o embaixador do Brasil em Portugal, Eça faz parte da estirpe de escritores que são autores de todos os tempos, de todas as eras. Mário Vilalva fez parte do painel que debateu há dias, no Grémio Literário de Lisboa, o escritor português.

"Eça e a sua obra são absolutamente intemporais, ou seja, podem ser vistos em qualquer um dos tempos e podem ser comparados com os tempos em que estamos vivendo no dia de hoje”, sustenta Mário Vilalva.

O embaixador brasileiro em Portugal sublinha ainda que Eça escreveu também sobre o que se encontra no lado de lá do Atlântico. "Os 'tipos' [sobre os quais] Eça de Queirós [escreveu] também poderiam ser encontrados no Brasil com muita facilidade, talvez até em mais quantidade - é muito actual."

As notícias exageradas da morte de Portugal
E hoje, como seria a análise do escritor de “Os Maias” e de “A Cidade e as Serras” a Portugal? Mariana Eça de Queirós olha para o busto do seu bisavô no bar do Grémio e responde convictamente que “veria da mesma maneira que via antigamente”. 

“De uma forma crítica, uma crítica construtiva, porque não era propriamente fazer troça dos portugueses, nem falar mal”, assegura. “Era no sentido de irritação, pelo facto de os portugueses não serem mais evoluídos do que eram e do que são”. 

Para Pedro Rebelo de Sousa, não é bem assim. “O mundo do Eça era o de um país com profundos atrasos e hoje Portugal, numa crise financeira, é um país diferente”, diz. 

Miguel Sousa Tavares mantém a tónica optimista. "Mudou muita coisa, as situações não são comparáveis. Só espero que hoje, como então, as notícias da morte de Portugal sejam exageradas." 

E sobre a crise financeira, o que teria Eça de Queirós a dizer? Pelo menos sabe-se o que pensava em 1867, num artigo publicado no "Distrito de Évora": "Hoje, que tanto se fala em crise, quem não vê que, por toda a Europa, uma crise financeira está minando as nacionalidades? É disso que há-de vir a dissolução". 

Mas Eça também era um optimista. "Quando os meios faltarem e um dia se perderem as fortunas nacionais, o regime estabelecido cairá para deixar o campo livre ao novo mundo económico."

Fonte: http://rr.sapo.pt

Natal 2011 e 2012...

Imagens engraçadas - NATAL DE 2011

Tens direitos, mas não abuses...

Imagens engraçadas - Será verdade?

A Reparação...

Um especialista foi chamado para solucionar um problema com um computador de grande porte e altamente complexo… um computador que vale milhares de Euros.

Sentado em frente ao monitor, pressionou algumas teclas, abanou a cabeça, murmurou algo para si mesmo e desligou o computador. Tirou uma chave de fenda do seu bolso e deu volta e meia num minúsculo parafuso.

Então ligou o computador e verificou que tudo estava a funcionar perfeitamente. O Presidente da empresa mostrou-se surpreendido e ofereceu-se para pagar a conta no mesmo instante.

- Quanto lhe devo? - perguntou.

- São 500 Euros, por favor.

Quinhentos Euros? Quinhentos Euros por alguns minutos de trabalho? Quinhentos Euros por apertar um parafuso? Eu sei que o meu computador vale 5.000 Euros, mas quinhentos Euros é um valor absurdo! Pagarei somente quando receber uma factura com todos os detalhes que justifiquem tal valor.

O especialista abanou a cabeça e saiu. Na manhã seguinte, o presidente recebeu a factura, leu com cuidado, abanou a cabeça e saiu para pagá-la no mesmo instante sem reclamar. A factura dizia:

Serviços prestados:

Apertar um parafuso ………………..........1 Euro
Saber qual parafuso a apertar ……….499 Euros

Ilusão: Qual dos dois painéis é o mais escuro?

Imagens engraçadas - Incrível ilusão.

Vídeo: Berlusconi apanhado a admirar traseiro da PM dinamarquesa

Silvio Berlusconi cumprimenta a chanceler alemã Angela Merkel observado pela primeira-ministra dinamarquesa, Helle Thorning-Schmidt (à direita na foto)
Pode dizer-se que Berlusconi conta com a fama de mulherengo... e com o proveito. O primeiro-ministro italiano foi esta quarta-feira 'apanhado' em vídeo a apreciar o traseiro da sua homóloga dinamarquesa, Helle Thorning-Schmidt, antes do início da cimeira de líderes da União Europeia.

As imagens, que estão a correr mundo, são claras: 'Il Cavaliere' aproveita o momento em que saúda a chefe de governo dinamarquesa para, sem qualquer pudor, admirar as formas da sua colega europeia.

O que Silvio Berlusconi não contaria era com a presença das câmaras do Conselho da UE. O momento foi logo replicado inúmeras vezes na Internet, estando hoje em destaque em vários jornais italianos.


Fonte: DN.PT

Nortávia: Projeto único no mundo é português e chama-se GAYA

A Nortávia criou um dirigível inovador, amigo do ambiente, económico, seguro e eficiente. GAYA, assim é chamado, tem o nome da deusa da Terra, e é totalmente português. O protótipo foi apresentado ontem na Alfândega do Porto.

Zimbabuano diz estar apaixonado por prostituta que virou burro

Zimbabuano alega que prostituta virou burro. (Foto: Reuters)
Um zimbabuano contou a um tribunal que a prostituta que ele contratou por US$ 25 transformou-se, durante a noite, num burro e que agora ele está completamente apaixonado pelo animal, informou a imprensa local.

"Acho que também sou um burro. Não sei o que aconteceu quando eu deixei o bar, mas estou seriamente apaixonado pelo burro", contou Sunday Moyo ao tribunal, de acordo com o jornal The Herald.

Moyo, 28 anos, foi preso na cidade de Zvishavane (sul da capital Harare) no domingo acusado de fazer sexo com o animal. Foi indiciado por bestialidade e o tribunal ordenou que ele seja submetido a exames psicológicos.

Fonte: G1.Globo.com

Indiano faz mansão de 27 andares, mas não muda com medo de má sorte

Mukesh Ambani desistiu de se mudar para a nova casa por influência do Vastu Shastra. (Foto: Amit Dave/Reuters)
Considerada a mais cara do mundo, uma casa de 27 andares em Mumbai, na Índia, está abandonada porque os proprietários bilionários acreditam que terão má sorte se mudarem para a residência que custou US$ 1 bilhão (R$ 1,76 bilhão), segundo o jornal inglês "Daily Mail".

A casa foi construída pelo homem mais rico da Índia, Mukesh Ambani, que tem uma fortuna estimada em US$ 27 bilhões (R$ 47,65 bilhões). A mansão vertical chamada "Antilia" tem mais de 37 mil metros quadrados.

Ele desistiu de se mudar para a nova casa por influência da milenar ciência Vastu Shastra, uma versão indiana do feng shui.

Antilia, a casa do milionário indiano Mukesh Ambani, é vista nesta terça-feira (19) em Mumbai. (Foto: AFP)

Mansão vertical tem 27 andares tem mais de 37 mil metros quadrados. (Foto: AFP)

Fonte: G1.Globo.com

Refrigerante pode deixar adolescentes violentos

Mais uma pesquisa contra o refrigerante (e dessa vez com um motivo bem assustador) pode convencer os adolescentes a criar hábitos mais saudáveis.

Parece que refrigerante não é apenas ruim para seus dentes: se você for um adolescente, a bebida poderia torná-lo mais propenso a esfaquear alguém.

Isso é o que diz um novo estudo americano com 1.878 adolescentes de Boston. Os pesquisadores descobriram que as crianças que bebem muito refrigerante também são mais propensas a fumar e beber álcool.

Mas, mesmo controlando esses fatores, elas também eram mais violentas. 43% das crianças que bebiam 14 ou mais latas de refrigerante por semana também carregavam um revólver ou uma faca, enquanto apenas 23% das que não bebiam faziam o mesmo.

27% dos grandes consumidores de refrigerante haviam cometido violência contra um parceiro, e 58% tinham sido violentos com um colega; já para as crianças que bebiam pouco ou nenhum refrigerante, os números eram 15% e 35%, respectivamente.

“Houve uma associação significativa e forte entre refrigerantes e violência. Pode haver uma relação de causa e efeito direta, talvez devido ao açúcar ou ao teor de cafeína nos refrigerantes, ou pode haver outros fatores, que não encontramos em nossas análises, que cause ambos alto consumo de refrigerante e alta agressividade”, disseram os pesquisadores.

É possível que crianças que bebem muito refrigerante também tenham pais relapsos, que não monitoram nem sua dieta nem sua posse arma. Os pesquisadores fizeram o controle para “ter jantares em família”, por exemplo, mas não para outras medidas de envolvimento.

Eles também não controlaram nível socioeconômico, o que poderia ser um outro fator de confusão. Então, é melhor esperar por mais pesquisas antes de definir que refrigerante causa agressividade. Por outro lado, se você estiver se sentindo particularmente enfurecido, melhor tomar um suquinho de maracujá ao invés de um guaraná.

Fonte: Jezebel

Orçamento de Estado 2012: Escolas distribuem vinho às crianças para aproveitar IVA a 13%

As escolas querem aproveitar a manutenção do IVA na taxa intermédia e vão começar a distribuir vinho às crianças em vez das tradicionais refeições ao almoço.

Juntamente com o vinho serão distribuídas algumas fatias de pão para quem gosta de sopas de cavalo cansado. “Isto com o vinho é do melhor. Vejo as coisas todas a dobrar, o que facilita bastante a assimilação da tabuada do dois”, explica um jovem da escola primária que prefere acompanhar as aulas com champanhe mas, à falta de melhor, também bebe um branquinho desde que esteja gelado.

Fonte: Inimigo.Público.PT

Orçamento de 2012: Capitão Nascimento de Tropa de Elite já avisou que “vai dar merda”

O Capitão Nascimento de Tropa de Elite está em Portugal para chefiar uma operação secreta internacional para apanhar os políticos mentirosos e corruptos e não parece muito contente com Pedro Passos Coelho.

“Porque chumbou o PEC IV se este orçamento tem mais sacríficios? Senhor Passos Coelho, você está de sacanagem com o povo português? Pensões vitalícias de ex-políticos sem cortes? O senhor é um fanfarrão! Que buraco é esse do BPN? O senhor Passos Coelho sabe porque o número do senhor é Zero 1? É porque o senhor vai ser o primeiro a desistir. E eu vou fazer o senhor desistir. Eu vou botar você na conta do Papa”, vociferou o Capitão Nascimento na cara de Passos Coelho numa invasão à favela de São Bento.

Fonte: Inimigo.Público.PT

Paul Kennedy: O mundo entrou numa nova viragem

O historiador britânico Paul Kennedy considera que o mundo entrou numa nova viragem, com a “erosão” do projeto europeu, a queda do peso do dólar como moeda de referência, a “corrida às armas” da Ásia e a “decrepitude” da ONU.

O cenário é traçado em artigo de opinião publicado no jornal norte-americano “The New York Times”.

O autor de “Ascensão e Queda das Grandes Potências” enumera quatro mudanças que sugerem um “mundo inquieto”: a inexistência de uma só moeda de referência, a “erosão” e o “marasmo” da União Europeia, a “enorme corrida às armas” da Ásia e a “crescente decrepitude” das Nações Unidas, em particular do Conselho de Segurança.

Para Paul Kennedy, “já não é uma excentricidade” imaginar um mundo com três grandes moedas de referência - dólar, euro e yuan - a par de outras moedas, como o franco suíço, a libra ou o iene.

Contudo, “pode o mundo com diversas moedas de referência ser mais, ou menos, estável financeiramente?”, questiona.

O docente da Universidade de Yale, que participa em novembro, em Lisboa, na conferência “As Tendências Internacionais e a Posição de Portugal”, organizada pela Universidade Autónoma de Lisboa, justifica a “erosão” e o “marasmo” da Europa unida, sonhada por Jean Monnet e Robert Schuman, com o esvaziamento das instituições gerado pela “incompatibilidade” entre a moeda única e as “descontroladas divergências das políticas fiscais”.

A Alemanha e a Grécia, com os seus orçamentos diametralmente opostos, não podem, segundo Kennedy, “caminhar juntas” em direção a uma Europa unida. “Mas ninguém parece ter uma resposta para esta dicotomia”, sustentou.

Enquanto isso sucede, “a Ásia avança para o centro do palco, ao passo que a Europa torna-se um coro distante”.

Para o professor de História e diretor do Departamento de Estudos de Segurança Internacional da Universidade de Yale, enquanto a Europa assemelha-se militarmente a uma polícia local, a Ásia, em especial a China, aposta no desenvolvimento de navios de águas profundas, na construção de bases militares, na aquisição de aviões mais sofisticados e em ensaios de mísseis de longo alcance.

Paul Kennedy critica, por último, o “entorpecimento” do Conselho de Segurança das Nações Unidas perante a “ameaça de um veto”.

De acordo com o docente, a ONU “é redundante” quando a China e a Rússia rejeitam qualquer medida que impeça o regime do presidente sírio de matar civis ou quando os Estados Unidos vetam qualquer resolução para proibir Israel de avançar sobre território palestiniano.

Fonte: Destak.PT

Justin Bieber: Mistletoe

Eminem: Lighters ft. Bruno Mars & Royce Da 5'9


Lady Gaga: Gagaween by The Hillywood Show

Bruxelas admite mais austeridade para os Portugueses

Os líderes europeus reunidos ontem em Bruxelas para resolver a crise da Zona Euro (17 países que aderiram ao euro) elogiaram os progressos portugueses, mas deixaram claro que o País deve estar preparado para tomar "mais medidas se tal for necessário".

Num projecto de conclusões da reunião que se arrastou noite dentro, os chefes de Estado e de Governo da Zona Euro referiam-se aos "bons progressos" alcançados por Portugal e pela Irlanda e convidavam estes países a "prosseguirem os seus esforços, manterem-se comprometidos com as metas acordadas e estarem prontos a tomar quaisquer medidas adicionais necessárias para atingir essas metas".

O jantar de trabalho do Eurogrupo seguiu-se à cimeira dos 27 que, apesar das elevadas expectativas, produziu apenas uma decisão, a recapitalização da Banca. O perdão da dívida grega e o reforço do fundo de resgate europeu ficaram adiados.

As instituições financeiras têm até Junho do próximo ano para subir os rácios de capital para 9%, sendo que estão obrigadas a contabilizar o valor da dívida pública que têm em carteira a preços de mercado. Ou seja, boa parte dos bancos europeus vão ver os activos desvalorizar e serão obrigados a injectar capitais estatais para cumprirem as metas impostas por Bruxelas.

As entidades que não cumpram tais requisitos ficarão sujeitas a " limitações no que se refere ao pagamento de dividendos e prémios", segundo um comunicado emitido pelo conselho europeu.

Quanto ao perdão da dívida grega, a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, deveriam reuniu-se ainda ontem com os principais bancos credores da dívida grega para negociarem as condições do "perdão".

CHINA APOIA EURO MAS QUER CONTRAPARTIDAS

A China mostrou-se ontem disponível a contribuir para o fundo de resgate europeu, através da compra de obrigações de países do euro, mas impôs contrapartidas à União Europeia: ser considerada uma economia de mercado. Também a Rússia e o Brasil poderão perfilar-se no reforço do fundo, segundo fontes citadas pela AFP.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, planeia falar hoje com o presidente chinês, Hu Jintao, para negociar a participação daquele país no reforço do fundo.

TERCEIRA REUNIÃO NO DOMINGO EQUACIONADA

A maratona de negociações entre os 17 Estados-membros da Zona Euro chegou ontem a abrir caminho a uma terceira cimeira no fim-de-semana, no próximo domingo. Ao final da tarde de ontem, o cenário era encarado como hipótese por fontes diplomáticas, não confirmada. Alguns Estados-membros da União Europeia já alertaram que o excesso de cimeiras não resolve os problemas da Europa. Desde sábado, dia 22, realizaram-se inúmeras reuniões negociais.

AUMENTOS COM PRODUTIVIDADE

O Governo defende que a subida do salário mínimo em Portugal deve estar indexada à produtividade. "Também acho que o salário mínimo nacional terá de aumentar nos próximos anos, só que, como é que nós conseguiremos aumentar o salário mínimo e os outros salários? Só fazendo uma coisa, que é criando mais riqueza, tornando a economia portuguesa mais produtiva e mais competitiva", afirmou o ministro da Economia e Emprego.

Os cenários macroeconómicos, contudo, apontam para a maior retracção da economia dos últimos trinta anos em 2012, situação que se deverá prolongar por mais alguns anos. Para Álvaro Santos Pereira, que falava ontem no Parlamento, se existisse agora um "aumento substancial" do salário, isso "seria meio caminho andado para declararmos o falhanço de Portugal". O ministro criticou ainda o aumento de salários nominais após o 25 de Abril.

MEIA HORA A MAIS ATÉ FIM DA AJUDA

O ministro da Economia, Santos Pereira, afirmou ontem que a meia hora adicional no horário de trabalho vai vigorar durante todo o programa de assistência financeira a Portugal. 

GOVERNO SEM MARGEM NA TSU

Álvaro Santos Pereira explica que "se não houve descida da TSU", no Orçamento para 2012, foi porque não houve "margem orçamental", e afirmou que "há vida além da austeridade".

SALVAGUARDADA JUSTA CAUSA

Álvaro Santos Pereira garantiu ontem que o conceito de justa causa no despedimento será salvaguardado e que o Governo não quer "de modo algum retirar direitos aos trabalhadores".

DESEMPREGO PASSA OS 13,4%

A taxa de desemprego para 2012 deverá ser superior aos 13,4% estimados pelo Governo, colocando uma pressão adicional sobre as despesas com prestações sociais e sobre o défice, considera a Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO) na sua análise à proposta de Orçamento do Estado, com data de 25 de Outubro. A UTAO realça ainda a redução dos encargos com prestações sociais superior a 1600 milhões de euros.

NÚMERO RECORDE DE CIMEIRAS

Longe vão os tempos em que as cimeiras europeias se resumiam a algumas horas de discussão. Desde o início de 2010, com a crise das dívidas soberanas, já se contabilizaram 17 cimeiras. Em média, noutros anos, os líderes europeus participavam em cinco a seis cimeiras, incluindo encontros do G20 (os vinte mais ricos).

Fonte: Correio da Manhã

Cimeira da UE: Bancos perdoam 50% da dívida grega

O acordo perdoa à Grécia 100 mil milhões de euros. Foi também decidido aumentar a capacidade do fundo europeu para 1 bilião (milhão de milhões) de euros.

A medida, tida como essencial para a recuperação da economia grega e da Zona Euro, esteve em discussão nas últimas horas na capital belga.

A cimeira terminou às 03:55 locais (menos uma em Lisboa), ou seja, a reunião dos chefes de Estado e Governo dos 17 países durou praticamente oito horas.

O acordo a que os países da zona euro chegaram com os bancos permitirá reduzir a dívida da Grécia em 100 mil milhões de euros, disse hoje o presidente francês Nicolas Sarkozy.

Em conferência de imprensa no final da cimeira, Sarkozy anunciou o acordo com a banca internacional, que aceitou perder 50 por cento com a dívida grega. "Poderia ter sido uma catástrofe (...) não nos poderíamos dar ao luxo de não chegar a acordo", disse o líder francês.

Sarkozy anunciou ainda que a capacidade do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira vai aumentar para 1 bilião (milhão de milhões) de euros - até agora era de 440 mil milhões de euros.

"Foi um acordo difícil, mas muito importante para estabilizar os mercados", disse o presidente francês, que descreveu o acordo dos parceiros da zona euro como tendo "três facetas".

Fonte: DN.PT

Moldávia: Deu um soco ao árbitro e retirou-se do futebol

Deu um soco ao árbitro e retirou-se do futebol
Julian Bursuc, jogador de 35 anos do Sfintul Gheorge, da Moldávia, agrediu o árbitro com um soco no passado fim-de-semana. E anunciou a retirada do futebol.

Este insólito episódio aconteceu sábado, no decorrer do jogo entre o Sfintul Gheorge e o Iskra Stal, que terminou com a derrota dos primeiros por 3-0.

Em de determinado momento da partida, Bursuc envolveu-se numa discussão com o árbitro e deu-lhe um soco na cara.

Fonte: DN.PT

Urina em excesso, o que pode significar?

Urina em excesso
Um dos possíveis sinais de doença é a presença de urina em excesso ou uma vontade constante de urinar. Você urina muito e com muita frequência? Saiba o que pode ser.

Antes de entrar em detalhes, é importante diferenciar alguns conceitos. Guarde esses nomes:

Poliúria: É o nome dado ao excesso de produção de urina. Normalmente quando o volume é maior que 2,5 a 3 litros por dia. A poliúria pode ser apropriada, quando o paciente ingere muito líquido e precisa eliminá-lo, ou inapropriada, quando não há grande ingestão de líquidos e esse excesso de urina leva a desidratação. O primeiro é uma resposta fisiológica enquanto que o segundo é um sinal de doença.

Polaciúria (polaquiúria): É o aumento da frequência do ato de urinar, mas com o volume total ao longo do dia dentro da faixa da normalidade. Trata-se daquela pessoa que vai ao banheiro várias vezes mas urina sempre pequenas quantidades.

Nictúria: É o excesso de urina que ocorre durante a noite e faz com que o doente acorde várias vezes para urinar.

O rim é o órgão responsável pelo controle da água corporal. O corpo está sempre em equilíbrio. Se bebermos líquido demais, o excesso sai na urina. Se estamos em um dia quente e perdemos muita água pelo suor, o rim diminui a produção de urina e mantém o corpo hidratado.

Quando começamos a urinar demais sem que estejamos consumindo muitos líquidos, é sinal que há algo de errado.

Poliúria

A principal causa de poliúria é o Diabetes Mellitus. No diabetes ocorre um aumento do nível de glicose (açúcar) no sangue. Como tudo que está no sangue é filtrado pelos rins, esse excesso de glicose é eliminado na urina. Toda vez que a taxa de glicose sanguínea ultrapassa 200 mg/dl, ocorre o que chamamos de glicosúria, ou seja, urinamos glicose.

Como nós não podemos urinar açúcar, essa glicose toda tem que ser diluída para ser eliminada. Quanto maior a concentração de glicose que chega aos rins, mais água é necessário para sua diluição. O resultado final é que, para podermos eliminar esse excesso de glicose, acabamos por ter que eliminar muita água junto. Por isso, o diabético urina muito. E como ele urina muito inapropriadamente, desidrata e sente muita sede. Portanto, excesso de urina com excesso de sede é um sinal típico de diabetes mellitus.

Existem algumas doenças dos túbulos renais que podem causar perda de algumas substâncias sem que essa estejam em excesso no sangue, inclusive glicose. O mecanismo é o mesmo do descrito acima: uma substância em excesso precisa ser diluída para ser excretada na urina. São doenças mais raras. Glicosúria sem hiperglicemia (glicose sanguínea alta) também é sinal de doença.

Outra doença, também dos túbulos renais, é um segundo tipo de diabetes, que nada tem a ver com excesso de glicose. É o Diabetes Insipidus.

O nome diabetes tem origem grega e significa em uma tradução grosseira, perda de água. O termo mellitus tem a ver com mel, adocicado, enquanto que insipidus, significa falta de gosto. Portanto, Diabetes Mellitus e Diabetes Insipidus. O primeiro é muito mais comum.

O Diabetes Insipidus é causado por um problema no hormônio antidiurético (ADH), a substância que controla a quantidade de água que o rim vai eliminar ou reabsorver. Quando em excesso, urinamos pouco, quando em falta, urinamos muito. O Diabetes Insipidus ocorre quando produzimos pouco ADH ou quando o rim perde a capacidade de responder ao mesmo.

Só como curiosidade, o álcool inibe a produção do ADH, por isso urinamos muito após ingestão de bebidas alcoólicas. Intoxicação alcoólica é uma causa transitória de diabetes insipidus.

Outra etiologia de excesso de urina é o uso de diuréticos. Em geral, a causa é óbvia, porém, algumas fórmulas para emagrecer e remédios ditos naturais, apresentam substâncias diuréticas escondidas em suas fórmulas.

A cafeína é uma substância com efeito diurético que se consumida em excesso pode levar ao aumento do volume urinário diário.

A insuficiência renal em fase não dialítica pode levar a um aumento da produção de urina pela perda da capacidade do rim em concentrar a mesma. É uma perda inapropriada de água por falhas nos túbulos renais. Às vezes é o primeiro sinal perceptível de doença nos rins.

Polaciúria (polaquiúria)

A polaciúria é um sintoma clássico da cistite. A bexiga quando inflamada não consegue reter grandes quantidades de líquido, por isso, pequenos volumes de urina já causam vontade de ir ao banheiro. Muitas vezes existe vontade de urinar e não há quase nenhuma urina para eliminar.

Outro caso de polaciúria são as doenças da próstata. A próstata aumentada atrapalha a saída da urina, dificultando o esvaziamento completo da bexiga. Como a bexiga está sempre com algum volume residual, ela se enche mais rapidamente e a vontade de urinar ocorre com mais frequência.

Gravidez também é uma causa de polaciúria e de poliúria.

Nictúria

As causas de nictúria são as mesma da polaciúria e da poliúria. Acordar a noite para urinar é extremamente comum em pessoas com problemas de próstata.

Beber refrigerantes (cafeína) ou muitos líquidos antes de dormir também pode causar nictúria.

Doentes com insuficiência cardíaca, cirrose ou qualquer outra doença que cause edema (inchaço) nas pernas, pode apresentar nictúria. Ao deitar, a tendência é que o edema seja reabsorvido para o sangue e esse excesso de água é então eliminado pelos rins.

Fonte: MD.Saúde

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Chinês acusado de homicídio involuntário pela morte de Yue Yue

Homicídio involuntário. Foi esta a acusação formal feita hoje a Hu Jun, um dos dois condutores que atropelaram mortalmente Yue Yue, de dois anos. Mais casos de "apatia social" na China começam a ser revelados.

Um homem de 24 anos foi acusado de homicídio involuntário pela morte de Wang Yue, a menina que perdeu a vida num duplo atropelamento, na China, e ao qual o Expresso online já havia feito referência. Hu Jun, nome avançado pela agência noticiosa Xinhua, é o primeiro dos dois condutores detidos a ser formalmente acusado.

O duplo atropelamento da criança, seguido de sete minutos em que, embora ensanguentada no chão, foi totalmente ignorada por quem passava por perto, acabou por ser fatal. Wang Weue, carinhosamente apelidada de Yue Yue, faleceu no hospital ao fim de uma semana.

As imagens, captadas pelas câmaras de vigilância do mercado de Foshan onde o acidente ocorreu continuam a correr mundo e a chocar a opinião pública, inclusive na China, onde se gerou a campanha "Pôr fim à Apatia". Os apelos à regeneração da moral e da solidariedade multiplicam-se.

Mulher violada também foi ignorada

Depois da morte dramática de Yue Yue, a campanha está a desencadear o despertar dos chineses para a vida individualista da sociedade local, e novas histórias de "apatia social" começam a surgir. Hoje, o diário "South China Morning Post", que se publica em Hong Kong, conta o caso de uma mulher violada em Dongguan e totalmente ignorada quando pediu ajuda, na província de Cantão, muito perto da cidade onde morreu a menina.

A mulher, uma emigrante do centro do país cujo nome foi mantido em segredo, foi abordada por um homem de cerca de 20 anos quando ia buscar a sua filha à escola. Além de violada, a mulher foi agredida com um tijolo e atada nas mãos, tendo sido abandonada à beira da estrada.

Sem forças, a vítima rebolou até ao meio da estrada na esperança de que alguém parasse em seu auxílio, mas diz ter ouvido passar muitos carros que não pararam, até que um homem, também emigrante, a socorreu.

O incidente aconteceu a 8 de outubro, cinco dias antes do atropelamento de Yue Yue, mas só agora foi conhecido porque os protagonistas falaram à imprensa, que alertada pelo caso da menina de dois anos procura agora todos os testemunhos de vitimas de ataques ou acidentes que ficaram sem ajuda.

Muitas pessoas apelam à criação de leis que castiguem a omissão de auxílio e há também quem sugira o regresso das tradicionais leis religiosas orientais, em que era valorizado a ajuda ao próximo e as boas ações.

Fonte: Expresso


Veja aqui o vídeo que chocou o mundo!

China: Criança é atropelada duas vezes e ninguém faz nada... Que mundo é este?

João Revolta: Bebendo para matar

♥ ♪ ♫ Amar Como Jesus Amou ♫ ♪ ♥

Como os Homens Vêem as Profissões

Imagens engraçadas - Como as profições deviam ser vistas

Aprenda a pregar um prego no tecto...

Imagens engraçadas - Artista mesmo

Encontrou o amor da sua vida...

Imagens engraçadas - Sortudo

Há Cada Genérico...

Imagens engraçadas - A Cura

Não, não é... é uma Gruta!

Imagens engraçadas - Não pense besteira.

Museu de Ciência de Londres Com Projeção 3D

Erato:“Call Your Girlfriend“

O Grande Mestre do Cubo Magico

Lembram-se... Os Cinco...

Tecnologia: Um telemóvel de enrolar e guardar no bolso

A extracção de grafeno da ponta de um lápis valeu, em 2010, o Prémio Nobel da Física a dois investigadores russos. O desenvolvimento deste material não parou e pode, por exemplo, ser aplicado num ecrã de telemóvel que dá para enrolar e meter no bolso.

"O grafeno será como o plástico. Estará em toda a parte, porque a amplitude dos seus usos é enorme, vai muito mais além do âmbito electrónico", aponta Francisco Guinea, Prémio Nacional de Investigação espanhol, pelos trabalhos que fez sobre este material.


O inovador grafeno é uma nova forma de carbono puro que consiste numa rede de héxagonos cujos vértices são ocupados por átomos de carbono. Ou seja, um grafeno é uma folha de espessura atómica, de um único átomo de carbono.

Acredita-se que será a panaceia do século XXI porque é 200 vezes mais resistente do que o aço, é duro mas flexível (pode enrolar-se) e tem uma alta condutividade.

Entre as grandes interessadas nas possibilidades do grafeno estão as companhias tecnológicas.

Segundo o jornal espanhol "El Mundo", um dos grandes fabricantes de telefones já tem preparado o protótipo de um telemóvel que será apresentado, provavelmente, no próximo ano. Será o primeiro dispositivo que se pode enrolar e guardar no bolso.

Outro sector que se tem interessado é o da energia, especialmente para aplicações em células fotovoltaicas ou em baterias - o grafeno pode gerar energia quando recebe luz.

Também se levanta a hipótese de aplicações para sensores: desde óculos para ver à noite com detecção de radiações de infravermelho na escuridão, até tecidos para roupa, que podem incorporar dispositivos que avaliam os sinais vitais.

O sector da biotecnologia também já avaliou as potencialidades do material. Quando se juntam ao carbono (um dos elementos básicos do corpo humano) produtos químicos, o grafeno pode ser usado para aplicações farmacêuticas: poderá servir de veículo de transporte de medicamentos ao sangue de forma constante.

"Agora o grafeno é mais barato, mas quando se começou a investigar, um grama de grafeno custava mais que o PIB de toda a União Europeia, por isso só se trabalhava com milésimas de milímetros", recorda Guinea.

Em poucos anos esta situação alterou-se. Os diversos métodos de produção existentes e o aumento da procura fez baixar os preços. Ficam assim muitas possibilidades para explorar.

Cerca de vinte grandes empresas multinacionais reuniram-se, na semana passada, na sede do Conselho Superior de Investigações Científicas, em Madrid, Espanha, para dar a conhecer as muitas possibilidades do grafeno e traçar um rumo que o leve a arrecadar os mil milhões de euros que a Comissão Europeia destina à investigação nos próximos 10 anos.

Fonte: Jornal de Notícias

Carros: As 10 taxas que vão subir

ddd
Independentemente do fim a que se destinam os veículos quase todos ficarão mais caros no próximo ano em consequência da subida das taxas do Imposto Sobre Veículos (ISV) e do Imposto Único de Circulação (IUC) a partir de 1 de Janeiro. Conheça 10 dos agravamentos fiscais previstos para as várias categorias.

- Ligeiros de passageiros e mistos:
A taxa do ISV vai aumentar 5% na parte que incide sobre a cilindrada e em 12,9% na componente ambiental. Como o IVA é cqalculado sobre este imposto, o agravamento acaba por ser na realidade de 6,1% e 9,23%, respectivamente.

- Veículos a gasóleo:
A subida do preço dos combustíveis tem levado muitos particulares e empresas a optar por um carro a gasóleo. Mas em 2012, comprar um destes veículos pode ficar mais caro. No Orçamento do Estado está prevista uma sobretaxa adicional de 500 euros para os ligeiros de passageiros com emissões de partículas que excedam as 3 miligramas. Actualmente o limite para escapar à sobretaxa são 5 miligramas. Este adicional será de 250 euros para os ligeiros de mercadorias.

- Comerciais:
Os comerciais ligeiros derivados, com um máximo de três lugares incluindo o do condutor, perdem a actual isenção de 45% do ISV e passam a pagar a totalidade deste imposto.

- Rent-a-car:
As empresas de aluguer de automóveis pagavam até agora 50% do ISV dos carros. No OE/2012 propõe-se que passem a suportar 60% daquele imposto.

-Furgões:
O Orçamento do Estado avança com várias alterações ao actual regime de taxas de ISV sobre estes veículos. Tenham até três ou tenham mais lugares, quase nenhum escapa. Na componente do imposto que apenas incide sobre a cilindrada, há comerciais ligeiros actualmente isentos de imposto que vão passar a ser tributados a 10%. Há ainda situações em que a taxa intermédia do ISV vai subir de 10% para 15%.

Fonte: Dinheiro Vivo

Aprender o Alfabeto...

Antigamente era assim...


Agora é Assim...


Barack Obama e Hugo Chavez serão clones?

Imagens engraçadas - A Diferença que Faz Ter uns Kilos a Mais...

Sapatos de Senhora: Moda 2012

Imagens engraçadas - Novos  modelos de sapatos