quinta-feira, 3 de maio de 2012

Idosa sai do caixão seis dias depois de ter sido dada como morta

Idosa sai do caixão seis dias depois de ter sido dada como morta
Li Xiufeng não saía de casa há duas semanas, na sequência de um acidente doméstico em que se magoou na cabeça. Uma vizinha resolveu ir visitá-la e encontrou a chinesa de 95 anos deitada na cama, sem respirar nem dar sinais de vida.

Não conseguiram reanimá-la, foi declarada morta e, seguindo as tradições da província chinesa Guangxi, colocada num caixão para que os familares se despedissem. Qual não terá sido o espanto quando, um dia antes do enterro, o caixão estava vazio e, da senhora, nem sinais...

A idosa foi encontrada a cozinhar tranquilamente em casa, pois, de acordo com a própria, tinha dormido muito tempo e estava cheia de fome. Um hospital local explica o sucedido como sendo uma "morte artificial", em que a pessoa não respira, mas o corpo continua em funcionamento.

Fonte: Visão

Nenhum comentário:

Postar um comentário