segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Governo demite direcção nacional da PSP

Ainda não é conhecido o motivo que levou à decisão do Ministério da Administração Interna. Na semana passada, oficiais da PSP alertaram para o facto de estarem a surgir problemas internos. 

O ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, exonerou a direcção nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), liderada pelo superintendente-chefe Guedes da Silva. As razões que estão na base da decisão do Governo ainda não são conhecidas.

O novo director nacional é o superintendente Paulo Jorge Valente Gomes, até aqui um dos directores-adjuntos, avança uma nota oficial do Ministério da Administração Interna. A composição da equipa do novo director também não é conhecida.

Esta notícia surge depois de os oficiais da PSP terem manifestado, na semanda passada, a sua preocupação com a situação que se vive nesta altura na polícia, num documento onde alertam para os "perigos da falta de resolução dos problemas" e para a diferença de tratamento em relação às forças armadas.

O texto refere que na polícia tem sido aplicado rigor orçamental, considerando que o mesmo não tem acontecido noutras serviços e nas forças armadas, onde as promoções e nomeações continuaram em 2011.

A Renascença teve acesso ao documento, elaborado pelos superintendentes da PSP e entregue ao director nacional, onde referem que a falta de perspectivas está a gerar descontentamento, "numa altura em que mais do que nunca é exigível uma força policial coesa e disciplinada".

Fonte: Renascença

Nenhum comentário:

Postar um comentário