quinta-feira, 30 de junho de 2011

Sarkozy agredido por desconhecido

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, foi, esta quinta-feira, violentamente puxado pelo casaco por um desconhecido durante uma deslocação ao sudoeste de França, mas o homem foi rapidamente agarrado pela segurança do chefe de Estado. Veja o vídeo.





Nas imagens vê-se Sarkozy a cumprimentar várias pessoas por detrás de uma barreira de metal, quando uma delas o agarra violentamente pelo ombro do casaco e o puxa para a frente, fazendo-o desequilibrar-se. Logo de seguida, os seguranças do Presidente agarram rapidamente o homem e imobilizam-no no chão.

O presidente francês realiza uma visita a Brax, sudoeste de França, para uma assembleia geral de presidentes de câmara da região.

O desconhecido foi depois detido e levado para a esquadra da "gendarmerie" de Agen, onde ficou sob custódia policial.

"Os factos ocorreram cerca das 12 horas (11 horas em Lisboa), indicou a polícia, acrescentando que o presumível agressor foi "dominado muito rapidamente". "Os procedimentos judiciais normais estão em curso", segundo a mesma fonte.

A agressão ocorreu quando Sarkozy saía da câmara de Brax. Os jornalistas que acompanhavam a visita não assistiram à cena, porque aguardavam num local diferente que a visita prosseguisse. Apenas um fotógrafo e um operador de câmara estavam junto do Presidente.

Esta foi a primeira vez que alguém conseguiu passar pelo dispositivo de segurança de Sarkozy e tocar fisicamente no presidente.

Em Janeiro de 2009, numa cerimónia em Manche (oeste), o cortejo presidencial foi empurrado, mas não Sarkozy em si. Na sequência do incidente, o prefeito, que representava o Estado localmente, e um alto responsável policial foram demitidos.

Num outro incidente, em 2008, Nicolas Sarkozy foi insultado por um desconhecido durante uma visita ao salão da agricultura em Paris. O homem recusou apertar a mão ao Presidente dizendo "Não me toques, sujas-me" e Sarkozy respondeu "Então desaparece, palerma".

Nenhum comentário:

Postar um comentário