quinta-feira, 30 de junho de 2011

Cinzas de Angélico serão levantadas amanhã

Rita Pereira, ex-namorada de Angélico
Mãe de Angélico Vieira e Rita Pereira já abandonaram o crematório do Feijó. Só amanhã é que a família vai poder levantar as cinzas do cantor/actor.

Uma multidão, entre familiares, amigos, colegas, fãs e curiosos juntou-se hoje à tarde no Cemitério de Vale Flores, Feijó, para acompanhar o corpo do actor e cantor Angélico Vieira, que morreu na terça-feira vítima de um acidente de viação.

Pouco antes das 14:00, junto ao crematório do cemitério do Feijó, para onde seguiu o corpo de Angélico Vieira havia uma multidão a perder de vista. A família, os amigos do actor, cantor e modelo foram recebidos com aplausos pelos muitos presentes, que repetiam o nome de Angélico Vieira enquanto lançavam flores aos três carros fúnebres que integravam o cortejo. Entre a multidão, viam-se velhos, novos, caras conhecidas e outras anónimas. Havia também quem exibisse cartazes e t-shirts com fotografias do cantor e com frases de homenagem a Angélico.

O corpo do jovem chegou ao cemitério às 13:40, vindo da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Cova da Piedade, onde entre as 11:30 e as 12:30 se realizou uma missa, a que só os mais próximos do cantor puderam assistir.

Depois da missa, largas centenas de pessoas integraram o cortejo fúnebre debaixo de um sol forte e fizeram a pé um percurso de cerca de três quilómetros, até ao cemitério. Toda a cerimónia, da missa à chegada ao crematório, foi acompanhada pela polícia e por meios de socorro, sob forte cobertura mediática.

Fãs ouviram missa através de altifalantes

Os admiradores de Angélico Vieira ouviram a missa do lado de fora da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, no Laranjeiro, através de altifalantes. Os amigos foram quase todos de branco.

Muitas caras conhecidas do mundo do espectáculo marcaram presença na Igreja vestidas de branco e com um adereço azul. Os admiradores ouviram a missa do lado de fora, através de altifilantes e em silêncio, pois na Igreja só se encontravam familiares e amigos.

Entre os famosos estavam a ex-namorada Rita Pereira, Abel Xavier, Mariana Monteiro, Ana Padrão, Paulo Rocha, Liliana Santos, Cláudia Vieira, André Cerqueira, Luís Cunha Velho, Pedro Teixeira, Sara Trata, Felipe Terruta, Mafalda Teixeira, Tony Carreira, entre muitos outros.

À saída do caixão, ouviram-se muitas palmas e palavras como "Força, Angélico". A mãe do actor/cantor, visivelmente transtornada, foi amparada por um familiar à saída da Igreja.

O cortejo fúnebre deixou a Igreja rumo ao cemitério do Feijó, em Almada, onde o corpo foi cremado às 14.00. Centenas de pessoas fizeram o percurso a pé - o trânisto foi cortado.

Antes da missa, centenas de admiradores entraram na capela mortuária, mas passaram a cerca de dois metros do caixão onde se encontrava o corpo de Angélico - está vestido de branco e com um chapéu. Quase todos assinaram à saída o livro de condolências.

Fonte: DN.PT

Um comentário: