terça-feira, 1 de janeiro de 2013

EUA caem em precipício fiscal temporário

As negociações entre democratas e republicanos não permitiram atingir um consenso antes do fim de 2012, pelo que os EUA entraram nesta terça-feira naquilo a que se está a chamar um precipício fiscal, que consiste num aumento generalizado de impostos.

Para que o precipício fiscal dure apenas algumas horas, a oposição republicana terá de aprovar legislação que prevê subida dos impostos para os contribuintes mais ricos e o adiamento de cortes na despesa pública.

Terá sido alcançado um consenso entre as duas partes, no sentido de que só os agregados familiares com 450 mil dólares (cerca de 340 mil euiros) de rendimento aniual sofram o aumento de impostos.

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que "o acordo está próximo, mas ainda não é certo", em declarações proferidas em Washington, para onde regressou após curtos dias de férias no Havai.

Fonte: Correio da Manhã



Nenhum comentário:

Postar um comentário