segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Roubini: Portugal "é um caso perdido" como a Grécia

O economista Nouriel Roubini considera provável que a Grécia abandone a zona euro nos próximos 12 a 18 meses.

O economista conhecido por ter antecipado a crise financeira de 2008 disse hoje em entrevista à Reuters que "a Grécia vai muito provavelmente abandonar a zona euro dentro de um ano a um ano e meio" e que Portugal, tal como a Grécia, "é um caso perdido," devendo por isso seguir o mesmo caminho no seu entendimento.

No entanto, afirmou também Roubini, a questão central para a sobrevivência da moeda única não é a Grécia, nem mesmo Portugal, que "são suficientemente pequenos para poderem sair do euro de forma minimamente ordeira".

"Mas se Itália e Espanha, a terceira e quarta maiores economias da zona euro, tivessem de sair do euro, então isso significaria efectivamente a ruptura" da moeda única.

E o economista não está nada optimista quanto ao futuro de Roma, não descartando uma reestruturação da dívida italiana, que equivale a 120% do seu PIB. "É altamente provável que a Itália perca acesso mercado e seja incapaz de o recuperar", concluiu.

Fonte: Económico


Nenhum comentário:

Postar um comentário