domingo, 13 de novembro de 2011

Oito mudanças estranhas que acontecem durante a gravidez


A gravidez é um período de grandes mudanças físicas. Abaixo você conhece oito das mudanças corporais mais estranhas que acontecem nesse período:

8 - VOCÊ GANHA UM NOVO ÓRGÃO

Não é só um bebê que se desenvolve. A placenta é único órgão temporário no corpo humano. Ela começa a se formar quando o óvulo fertilizado, nesse ponto um blastocisto multicelular, gruda-se na parede uterina, com aproximadamente uma semana da concepção. A camada exterior do blastocisto, chamada de trofoblasto, desenvolve-se na maior parte da placenta.

Uma vez que o órgão está estabilizado, seu trabalho é formar uma barreira porosa entre o sangue da mãe e do filho. Os vasos maternos deixam nutrientes e oxigênio nos espaços intervilosos, onde os vasos do feto pegam o que precisam e o carregam até ele através do cordão umbilical. O processo de excreção acontece da mesma maneira.

A placenta tem outra função temporária menos conhecida. O disco vermelho escuro de 2,2 quilogramas é também uma glândula endócrina, liberando hormônios no corpo. Da gonadotrofina coriônica humana (HCG, detectado em testes de gravidez) ao estrógeno e a progesterona, esses hormônios são cruciais para manter a gravidez e preparar as glândulas mamarias para a amamentação.

7-  SEUS OSSOS FICAM MAIS SOLTOS

A cabeça do bebê tem que sair de algum modo. Ainda bem que o corpo de uma futura mãe tem um truque para isso: o hormônio relaxina. O nome diz muito, já que sua função é relaxar as cartilagens dos ossos.

Mas, infelizmente, o hormônio não afeta apenas a pélvis. Presente dez vezes mais na gravidez do que em momentos normais, todas as juntas do corpo são afetadas. Ele é a razão para algumas grávidas experimentarem dores nas juntas e nas costas. E se, antes de engravidar você calçava menos, não se preocupe. A culpa é da relaxina e de ligamentos afrouxados.

6 - MEMÓRIA DE PEIXE

As grávidas merecem um desconto quando se esquecem de algo, de acordo com um estudo do ano passado. Durante o segundo e terceiro trimestres de gravidez, as mulheres grávidas têm performances piores em testes de memória espacial do que as normais. É possível que mudanças hormonais sejam as culpadas, mas a fonte pode estar também nas mudanças repentinas de humor.

5 - OS FAMOSOS ENJOOS

Primeiro, as más notícias: enjoos matutinos são mentirosos. De fato, a sensação pode vir a qualquer hora do dia. Felizmente, esse efeito acaba após a 12° semana.

Ninguém sabe exatamente porque os enjoos afetam metade das grávidas, mas um estudo de 2008 sugere que as sensações ruins são uma adaptação para ajudar o desenvolvimento seguro do embrião. O estudo encontrou que o enjoo geralmente acontece devido a gostos ou cheiros fortes, o que pode ser uma tentativa do corpo de prevenir o consumo de coisas perigosas. O enjoo fica forte no período em que os primeiros órgãos estão sendo desenvolvidos no embrião, outro ponto para a possibilidade de ser uma defesa.

4 - O CORAÇÃO DÓI

Mas não é sentimental. A dor é consequência da expansão do útero no sistema digestivo. Normalmente, os sucos gástricos são mantidos embaixo pelo esfíncter esofágico, um músculo circular que fecha o esôfago quando a pressão no abdômen cresce. Mas durante a gravidez, a progesterona relaxa o músculo, aumentando a pressão interna.

3 - FILA PARA O BANHEIRO

Durante a gravidez, a mulher provavelmente vai preencher boa parte do dia indo ao banheiro. Por quê? Você pode por a culpa no bebe que está crescendo, já que ele pressiona a bexiga, a uretra e os músculos da pélvis. Essa pressão não significa apenas mais idas ao banheiro, mas também uma tossida, uma espirrada ou uma piada podem te relaxar demais.

2 - 50% A MAIS DE SANGUE

Todo o trabalho duro da gravidez exige mais vasos e mais sangue. Na 20ª semana, seu corpo tem 50% a mais de sangue do que tinha no começo. Todo esse sangue extra pode trazer alguns efeitos colaterais estranhos, incluindo varizes, hemorroidas, e até uma cor avermelhada, já que a circulação na pele aumenta. Até alguns sangramentos nasais podem ocorrer, devido ao inchaço das mucosas.

1 - AS MÃOS PODEM FORMIGAR

Gravidez pode causar síndrome do túnel do carpo. Esse efeito colateral, marcado por mãos formigando ou dormentes, é causado por inchaços da gravidez. Fluídos extras (que são responsáveis por um quarto do peso extra ganho na gravidez) podem se acumular nos tornozelos e pulsos, graças à gravidade. Nas mãos, esse acúmulo pode apertar nervos, causando “pontadas”. Mas não se preocupe, assim como as outras sete mudanças, essa também tem solução: passe pela gravidez e dê a luz ao seu querido filho, e pronto!

Fonte: LiveScience

Nenhum comentário:

Postar um comentário