terça-feira, 27 de março de 2012

Polémica nos EUA: Obama faz comentário que julgava particular... com microfone ligado

O presidente norte-americano foi "apanhado" a dizer ao seu homólogo russo que poderá ser mais flexível nas negociações sobre os mísseis caso seja reeleito em novembro.


Os adversários de Barack Obama na corrida à Casa Branca estão a esfregar as mãos de contentamento com a gaffe do Presidente norte-americano durante um encontro com Dmitry Medvedev, à margem da cimeira sobre segurança nuclear que termina esta terça-feira na Coreia do Sul.

Enquanto os flashes dos fotógrafos disparavam, Obama, julgando ser ouvido apenas pelo seu homólogo, assegurou que poderá ser mais flexível na questão do escudo de defesa anti-mísseis, se for reeleito. "São as minhas últimas eleições. Depois de ser eleito posso ter mais flexibilidade".

"Compreendo. Transmitirei esta informação a Vladimir [Putin]", responde Dmitry Medvedev, antes de os dois líderes trocarem um aperto de mão. 

Em causa está o desenvolvimento de um escudo de defesa anti-mísseis na Europa, anunciado pelo anterior presidente, George W. Bush. A Rússia argumenta que a localização do escudo viola a soberania do país.

Fonte: Visão

Nenhum comentário:

Postar um comentário