segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Europol denuncia corrupção em larga escala no futebol

380 jogos, entre os quais desafios de qualificação para Mundiais e Europeus, de 15 países, foram combinados. A Europol identificou 425 pessoas envolvidas num esquema elaborado em que a finalidade passava por viciar resultados.

O director da Europol, Rob Wainright, revelou, esta segunda-feira, numa conferência de imprensa em Haia, na Holanda, que a polícia europeia identificou cerca de 380 jogos de futebol cujos resultados foram combinados, no velho continente, gerando lucros de oito milhões de euros.

Rob Wainright explicou que a Europol foi capaz de identificar 425 pessoas, de 15 países, envolvidas no esquema de viciação de resultados, entre os quais árbitros e jogadores.

Segundo informa a agência Reuters, jogos de qualificação para Mundiais e Europeus, bem como desafios de campeonatos de topo, na Europa, estão entre os jogos em que houve crime. O director da Europol revelou ainda que criminosos asiáticos também participaram no esquema.

A Europol é uma polícia europeia que tem como missão combater a criminalidade organizada.

Fonte: Radio Renascença

Um comentário:

  1. Es que la corrupcion no a parar nunca, no se libra ni el apuntador! Saludos desde www.anatorres.es

    ResponderExcluir