segunda-feira, 23 de julho de 2012

Espanha vai acabar com o fecho das lojas na hora da siesta

O encerramento das lojas durante a hora da siesta em Espanha é a última vítima da crise financeira e económico que se vive no país vizinho.

A quarta maior economia da zona euro pretende, com o alargamento das horas de funcionamento, combater a queda nas vendas a retalho que se tem registado desde 2007 e Madrid aprovou este mês várias medidas para permitir que lojas com mais de 300 metros quadrados estejam abertas durante mais 25% de tempo durante a semana, de acordo com a Bloomberg.

Normalmente, as lojas de rua estão abertas entre as 10 e as 14 horas, encerram durante duas horas para almoço e reabrem de novo às 16 horas para encerrarem às 20 horas.

As novas regras podem encorajar as grandes lojas a estarem abertas durante a hora da siesta e mais dois domingos ou feriados por ano, num total de 10. As medidas vão permitir que as lojas estejam abertas durante mais 18 horas por semana e os comerciantes vão ter a possibilidade de reduzir os preços quando quiserem, não ficando limitados às duas épocas de saldos anuais.

“Quando tudo estava bem, ninguém se queixava, mas agora as coisas estão mal, portanto é outra história”, disse Carmen Cardeno, responsável pelo comércio doméstico no ministério da Economia espanhola, à Bloomberg. “Precisamos de evoluir e de ser mais flexíveis”.

As associações de retalhistas pretendiam ter as lojas maiores abertas durante 16 Domingos ou feriados por ano, mas os pequenos comerciantes opuseram-se à extensão, argumentando que não tem o número suficiente de funcionários para cobrir o alargamento, ao contrário das maiores lojas.


Fonte: Dinheiro Vivo

Nenhum comentário:

Postar um comentário