domingo, 5 de maio de 2013

Hospital espanhol retira prótese a doente por falta de pagamento

O hospital Arnau de Vilanova de Valência, Espanha, retirou cirurgicamente uma prótese a um paciente de 23 anos. Tudo porque a família não pôde pagar os 152 euros devidos pela dispositivo.

Adrian García sofria de dor crónica num joelho depois de um acidente de montanhismo aos 14 anos. Na semana passada, foi finalmente submetido a uma intervenção cirúrgica que lhe devolveu alguma qualidade de vida, através da inserção de uma prótese.

Após a operação, a família do paciente foi informada que teria de pagar 152 euros. O procedimento não era suportado pela Segurança Social desde 2010, mas os familiares de Adrian desconheciam esse facto. «Não nos disseram nada até a prótese estar colocada», disse o jovem ao jornal Público.es.

Impossibilitados de pagar de imediato a quantia devido a elevadas dívidas relacionadas com um empréstimo imobiliário, solicitaram um acerto de contas no final do mês seguinte. Sem acordo, o hospital decidiu remover a prótese. Adrián encontra-se agora com fortes dores, medicado com analgésicos e calmantes. «Mas a verdadeira dor está na cabeça. Tiraram-me uma prótese por questões meramente económicas», lamenta o paciente.

O caso está a gerar grande comoção nas redes sociais e é mais um exemplo dos efeitos da austeridade no serviço espanhol de saúde pública.

Fonte: SOL

Um comentário:

  1. It's the one and only vibrating fleshlight. What, however, is that AEG would allow him to buy and fleshlight relocate a National Football League team to Los Angeles. This helps clear the mind. So those of you who might say stick them in there throw away the key, reports CN et s Declan McCullagh.

    ResponderExcluir